Vitoriosos em São Paulo, Wurz e Lapierre ressaltam estratégia de combustível da Toyota

Nicolas Lapierre e Alex Wurz afirmaram que a Toyota quase conseguiu terminas as 6 Horas de São Paulo sem fazer o último reabastecimento. Apesar disso, elogiaram a redução do consumo do carro asiático

Nicolas Lapierre e Alexander Wurz entraram de vez para a história da Toyota. Com um desempenho dominante, a dupla conquistou neste sábado (15) a vitória nas 6 Horas de São Paulo, a etapa brasileira no Mundial de Endurance. Tão logo a corrida acabou, Lapierre destacou a evolução da montadora japonesa, que conseguiu triunfar já na terceira corrida desde que retornou às corridas de longa duração.

“Em Le Mans tivemos problemas de confiabilidade, depois em Silverstone melhoramos e ficamos com o segundo lugar. Viemos aqui, trabalhamos muito no consumo de combustível e tivemos menos problemas, o que foi muito bom”, declarou.

Nicolas Lapierre destacou a estratégia da Toyota em São Paulo (Foto: Rodrigo Berton / Agência Warm Up))

O francês também elogiou o desempenho da montadora, ao afirmar que toda a estratégia deu certo, principalmente na tentativa de minimizar o desgaste dos pneus. “Alex fez um grande trabalho no treino classificatório, nos dando essa pole-position, e a partir daí pudemos nos distanciar dos adversários, fomos muito bem na economia de pneus, e o acerto do carro nos ajudou muito. Conseguimos vencer a corrida, conquistando a primeira vitória da Toyota no endurance, o que é maravilhoso”, analisou.

O piloto, por fim, revelou que a montadora nipônica esteve perto de conseguir completar a corrida sem a última parada, já que foi possível economizar combustível após a entrada do carro de segurança. “Nós quase não precisamos fazer o último reabastecimento. Se o safety-car tivesse ficado mais algumas voltas, poderíamos ter terminado com o mesmo número de paradas da Audi”, disse.

“Quando o safety-car apareceu, sabíamos que tínhamos uma boa chance de vitória, então tomamos muito cuidado com o tráfego nas últimas voltas, pois aqui é muito complicado de ultrapassar, mas meu companheiro fez um trabalho muito bom e conseguimos a vitória”, completou.

Alexander Wurz, por sua vez, destacou o trabalho feito por Lapierre e concordou com o companheiro de equipe quanto à importância da estratégia. “Em primeiro lugar, agradeço a Nico e à equipe por acelerem o tempo todo, como havíamos combinado. Para ser honesto, não sabia da estratégia de combustível. Mesmo com a entrada do safety-car ainda precisamos fazer mais uma parada. A chave para a vitória foi a economia de pneus, especialmente após a segunda parada”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube