Hamilton chora após conquistar 104ª pole-position e encerrar jejum de 594 dias