Treinos em casa, videogame e incerteza: pilotas da W Series relatam rotina na quarentena

Marta e Belén García e Nerea Martí contam como têm enfrentado o período de quarentena. Entre tempo com a família e treinos no simulador, mostram incerteza com início das categorias

A quarentena tem sido adotada em todos os cantos do mundo como tentativa de frear o coronavírus. Sem corridas, treinos e sem poder sair de casa, algumas pilotas da W Series relataram como têm passado seus dias com o objetivo de se manter em forma para voltarem competitivas para a pista.

A primeira baixa da temporada da categoria foi o cancelamento dos testes pré-temporada. Nos dias 4 e 5 de maio, as 18 pilotas do grid iam à Valência para as primeiras atividades oficiais do campeonato. A abertura do calendário está previsto para 29 e 30 do mesmo mês em São Petersburgo, na Rússia.
 

Mas Belén García, por exemplo, teve de enfrentar mais cancelamentos. A espanhola vai disputar a primeira etapa da Fórmula Renault Eurocup, em Silverstone, Inglaterra. O certame optou por não realizar a bateria de ensaios coletivos em Barcelona, neste final de semana. Uma primeira rodada já aconteceu no circuito Ricardo Tormo.
 
“Tinha um teste em Barcelona neste final de semana. De fato, estava a caminho de Barcelona e na sexta-feira precisei voltar porque foi declarado estado de emergência e suspenderam os testes”, falou em entrevista ao site ‘SoyMotor’. 
 
“Voltei para casa na metade do caminho e sábado comecei meu primeiro dia de quarentena. No momento, não nos disseram nada, temos que ver. Tudo vai depender da situação, de como evolui. Veremos se vou poder correr em Silverstone, acho que sim, mas o tempo vai dizer o que se pode fazer”, seguiu.

Portanto, o jeito é seguir o treino como pode, além de aproveitar o tempo enquanto cumpre a quarentena adotada em todo o mundo. “Tem de se adaptar e a motivação continua aqui. As corridas vão continuar quando tudo passar e tenho que estar preparada o máximo possível”, falou.
 

“Tenho que aceitar e levar da melhor maneira possível. Isso que estou tentando fazer, na base do simulador e academia. Aqui temos jogos e tenho o simulador, fazendo o que se pode. Tivemos que adaptar tudo a que se pode fazer em casa e com o que tem à mão, mas é uma oportunidade de aproveitar o tempo que se tem em casa antes de voltar a pré-temporada”, emendou.
 
“É duro para todos, mas não é algo que está em nosso controle. Então, o que temos que fazer é nos adaptar, tentar buscar alternativas e ver um pouco o que se pode fazer porque é o que temos agora e temos de buscar uma maneira de levar a situação”, continuou.
 
Nerea Martín segue a mesma linha da companheira de W Series. “Obviamente o treino precisa ser modificado, pois não vamos treinas onde estamos acostumadas. Já temos um plano para isso, mas não sei se vou poder cumprir porque não podemos correr. No entanto, vamos adaptar a treinos que podem ser feitos em casa para seguir em forma”, falou.
 
Marta García, assim como as duas outras espanholas, também tem feito o possível para seguir em forma. Mas a pilota também tem aproveitado para realizar outras atividades não tão voltadas ao automobilismo.

Nerea Martí (Foto: Reprodução)
“Tenho algum material para continuar o treinamento: pesos, elásticos, bicicleta… dentro do possível, posso treinar mais ou menos, então estou tentando fazer o máximo com o que tenho. Minha ideia é não sair de casa porque é isso o que se deve fazer. O que todos devem fazer para parar essa pandemia”, contou.
 
“Sigo com meu treino da maneira que posso e também faço outras coisas. Por exemplo, jogo Wii [console de videogame da Nintendo], fazia tempo que não jogava. Também aproveito para fazer outras coisas como sair ao jardim, que ainda bem que tenho, e passo tempo com a família”, continuou.
 
Por fim, as pilotas mostraram incerteza sobre o futuro. “O tempo vai dizer, pois até o momento não se sabe nada. Simplesmente o que tem de fazer é ficar em casa. Aos poucos vamos ver como fica o calendário e como podemos nos preparar para a temporada”, disse Belén.
 
“Certamente primeiro vão ser 14 dias, mas tenho certeza de que vamos ter de ficar mais em casa, até que tudo acabe”, terminou Marta.
 
COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 

☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações se estiver doente.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.

Paddockast #53
TÉO JOSÉ – O HOMEM QUE 'NÃO PERDE MAIS'

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube