ESTATÍSTICAS DO  GP DA ITÁLIA

DE F1

Verstappen venceu mais uma na Itália, chegou a 91 pódios e está a 12 de empatar com Räikkönen

Pérez chegou em 2º e alcançou 34 pódios, um a menos que Fittipaldi e Fangio

Por fim, Sainz alcançou o 16º pódio e está um atrás de Keke Rosberg e Alberto Ascari

Foi o 47º triunfo de Max, quinto maior vencedor da história da Fórmula 1

De quebra, o neerlandês deu à Red Bull sua 106ª vitória

A equipe austríaca chegou a 15 triunfos seguidos, marca inédita na história da F1

A cada corrida, os taurinos se aproximam da Williams, que venceu 114 vezes

A Red Bull passou a somar 256 pódios e diminuiu a diferença para a Mercedes, que tem 286

As duas encostam rapidamente na Williams, que segue com 313

A Ferrari chegou a 802 pódios com o 3º lugar de Sainz e segue isolada na liderança do ranking

Verstappen é o único piloto da história da F1 a ir ao top-2 em todas as 14 primeiras corridas do ano

Com 10 vitórias seguidas, o neerlandês também é o piloto com a maior invencibilidade da história

Mas Verstappen não é o único piloto a celebrar recordes em 2023

Dono do maior número de voltas completadas na F1, Alonso chegou a incríveis 20 mil giros na Itália

Kimi Räikkönen é o 2º colocado, mas Lewis Hamilton pode tomar o posto no Japão

O público na Itália foi de 304.134 espectadores, número menor que os 336 mil de 2022. Impacto do domínio taurino?