O CASO  DI GRASSI

Lucas Di Grassi era 8° no eP de Londres 2 quando o safety-car foi acionado

Como o safety-car estava lento demais, seria mais rápido passar pelo pit-lane, mesmo com limitador de velocidade

A Audi decidiu adotar uma estratégia polêmica...

Chamar Lucas para passar pelo pit-lane e ganhar posições

Di Grassi voltou à pista em primeiro...

...mas imediatamente sob investigação pela direção de prova

A questão: Di Grassi não poderia passar pelo pit-lane sem parar no box da Audi

A Audi afirmou que Lucas tinha, sim, parado no box

Só que a Fórmula E concluiu que o carro não parou por completo

O motivo: Di Grassi travou as rodas, mas o carro derrapou no piso dos boxes e não parou por completo

Tivesse parado por completo, a manobra seria legal, levando à vitória

Como não parou, Di Grassi foi desclassifado e Lynn venceu

Leia tudo sobre Fórmula E no GRANDE PRÊMIO