Endurance
10/11/2015 16:14

Dispensado pela McLaren, Magnussen participa de teste com protótipo da Porsche e elogia “carro mais avançado do mundo”

Kevin Magnussen percebeu que a F1 está ficando cada vez mais distante, ainda mais depois de ser dispensado pela McLaren. Com isso, o dinamarquês não perdeu tempo e já está fazendo testes com a Porsche, visando o Mundial de Endurance
Warm Up / Redação GP, de Porto Alegre
 Kevin Magnussen dá entrevista em Monza (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Kevin Magnussen – agora um piloto livre, depois de ser dispensado pela McLaren – já está pensando no que fazer em 2016. O dinamarquês, que não deverá voltar à F1 na próxima temporada, parece ter um novo alvo: o Mundial de Endurance. E a Porsche já deu a oportunidade de guiar um de seus protótipos.
 
O teste foi realizado nesta terça-feria (10) circuito de Barcelona, pista que Magnussen já conhece bem. Ao lado de Kevin, Oliver Turvey e Mitch Evans, todos pilotos cotados para pilotar o terceiro bólido que a Porsche alinhará nas 24h de Le Mans. Para Kevin, a primeira impressão foi ótima.
Magnussen pensa que, hoje, a Porsche tem o "carro mais avançado do mundo" (Foto: WEC)
“Foi muito bom. É o primeiro carro de corrida que eu piloto em seis ou sete meses e é um ótimo bólido com uma potência incrível. É fácil de sentir que esse provavelmente é o carro mais avançado do mundo no momento. Não posso esperar para voltar”, contou Magnussen.
 
Kevin foi dispensado pela McLaren em outubro, quando a equipe inglesa avisou seu pupilo que não teria vagas para lhe oferecer na F1 e que, portanto, seus serviços não seriam mais necessários. O próprio jovem fez questão de dizer que só gostaria de seguir no certame como piloto titular.
 
Agora nos protótipos, Magnussen precisa se acostumar com algumas coisas. O piloto, que até hoje só havia pilotado monopostos, teve alguns problemas com a menos visibilidade do LMP1.
 
“Tenho algumas coisas que preciso melhor, dominar os freios em especial. Como não dá para ver as rodas dianteiras, não tem como saber se você está travando os pneus. Isso é uma coisa que você precisa se acostumar, e a visibilidade é um pouco menor, comparada com a dos monopostos. Algumas coisas para se acostumar, mas a primeira impressão é muito boa e aproveitei muito”, seguiu.

"Algumas coisas são completamente novas para mim. Não estou acostumado com o volante, esse tipo de pneu e nunca pilotei um carro com tração nas quatro rodas. Mas o carro é estável e passa muita confiança. Quero agradecer à Porsche pela oportunidade", finalizou.
 
Magnussen ainda participará de mais uma bateria de testes nesta quarta-feira (11), ainda em Barcelona.