F1
26/03/2018 12:58

Diretor da Williams dá razão a Stroll e promete análise profunda de problemas no carro: “Estamos desapontados”

Lance Stroll reclamou, e muito, sobre os problemas que o FW41 apresentou durante o final de semana de GP da Austrália. Restou a Paddy Lowe, diretor da Williams, tentar buscar soluções para que eles sejam corrigidos até o GP do Bahrein
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Lance Stroll (Foto: Williams)

Lance Stroll não ficou nada satisfeito com o 14° lugar que conseguiu no GP da Austrália no último domingo (25): reclamou abertamente do carro e chegou a listar uma série de problemas que encontrou para conseguir se manter na pista

Restou a Williams tentar explicar o ocorrido. E Paddy Lowe, diretor da equipe de Grove, acabou por dar razão ao seu piloto de 19 anos. "O ritmo do carro de Lance estava realmente muito fraco", disse.

"Em algumas partes ele conseguia seguir os outros carros, mas em outras partes sofreu em conseguir grip. No final estava bom, houve uma variação durante a corrida", tentou explicar Lowe.
Lance Stroll (Foto: Williams)
Outro ponto em que o diretor deu razão a Stroll foi o da temperatura do carro: "Esquentamos demais o motor."

"O clima estava mais quente do que previmos no dia da corrida, então isso significou que na parte final ele estava tentando atacar (Charles (Leclerc (que terminou à frente, em 13°), mas não conseguia sustentar essa força, precisamos observar a temperatura", explicou.

Por fim, assumiu que a equipe precisa analisar profundamente tudo que ocorreu na abertura da temporada. "Estamos desapontados. Não era a posição no grid que gostaríamos de estar. Precisamos estudar nosso potencial e ver o que alcançamos e o que não", concluiu Lowe.
"RECOMEÇA A BRIGA"

MERCEDES COMEÇA TEMPORADA AINDA À FRENTE DA FERRARI