F1
05/09/2012 12:41 - Atualizada 05/09/2012 15:33

Pérez tenta se descolar da Ferrari e já admite que conversa com outras equipes para 2013

Sérgio Pérez revelou ao Grande Prêmio que procura afastar os rumores sobre mudança de equipe, mas reiterou que conversa com “outros times do grid”. E que vê enorme potencial na Sauber
Warm Up
EVELYN GUIMARÃES, de Spa-Francorchamps

A exibição de Sergio Pérez no maluco GP da Malásia deste ano serviu para colocar o jovem mexicano no centro dos holofotes na F1 em 2012. Junto com uma campanha sólida da Sauber na atual temporada, Pérez ainda se tornou alvo de especulações, que constantemente o colocam no lugar de Felipe Massa na Ferrari, muito também em função da forte ligação que o piloto tem com Maranello, onde faz parte da Academia de Pilotos. 

Além da atuação em Sepang, onde brigou duramente com Fernando Alonso pela vitoria e só deixou a luta depois de um erro na parte final da prova, Sergio ainda foi terceiro no GP do Canadá, em Montreal, depois de uma estratégia arriscada de pneus. O desempenho vem chamando atenção, mas o piloto garante que ainda não tem nada acertado para o próximo ano na F1 e que, sim, está conversando com outras equipes, além do próprio time de Peter Sauber. 

Pérez vê grande potencial na Sauber (Foto: Sauber)

Para isso, o piloto revelou também que procura se afastar dos boatos e que apenas se concentra em fazer um bom trabalho onde está. “Sim, neste momento estamos também falando com outras equipes do grid. Fico lisonjeado por tudo que falam da Ferrari, mas procuro afastar todos esses rumores. Estamos, sim, conversando, mas agora ainda não há nada definido e ainda não posso falar com quem estamos negociando. Temos de esperar”, disse o piloto em entrevista exclusiva ao Grande Prêmio, em Spa-Francorchamps, no último fim de semana. 

“Com relação à Sauber, acho que estamos em uma grande posição no campeonato. Temos uma boa relação aqui e um carro muito competitivo. Mas agora precisamos ver o que vai acontecer até o fim do ano”, completou. 

Pérez vê enorme potencial na Sauber e diz que não falta muito para a equipe se ver no alto do pódio. “A equipe tem grande potencial e me sinto muito bem aqui. Precisamos ver ainda o que precisamos para brigar pelas vitórias, acho que não falta muito, mas precisamos continuar trabalhando nesse sentido. O potencial está aqui”, declarou. 

Para o mexicano de 22 anos, o plano até o fim do ano é, sim, o de conquistar uma vitória, para coroar “a grande temporada” da equipe suíça. “Assim como fizemos na Malásia, o objetivo é tentar a primeira vitória até o fim da temporada. A equipe tem total potencial para isso e trabalha para isso. O carro é bastante competitivo e evoluiu muito desde o início da temporada”, falou ao GP

Mas Pérez não esconde que a ambição é estar em um carro de ponta o mais breve possível e que a chave para isso, segundo o piloto, chama-se consistência. “Acho que o principal é ter consistência. É isso que manda. Em um segundo momento, o negócio é conseguir uma chance de mostrar seu potencial, sua velocidade em uma grande equipe. E é isso que estou tentando provar até agora. Acredito muito em mim, no meu potencial. E isso é realmente o mais importante também para conseguir atingir o meu objetivo”, finalizou o piloto. 

O Grande Prêmio cobre 'in loco' neste fim de semana a 13ª etapa do Mundial de F1, o GP da Itália, direto de Monza, com Evelyn Guimarães.
 

Últimas Notícias
sábado, 26 de maio de 2018
Indy
Indy
Copa Truck
Indy
F1
F1
Copa Truck
F1
F1
F1
Copa Truck
F2
F2
F1
F1
Galerias de Imagens
Facebook