Copa GP

Perto do título da Copa Stratum GP, Márcio Simão deseja encerrar 2018 com dever cumprido

Ele é fã de Barrichello e piloto há dez anos. Simão lidera a temporada 2018, está próximo do título da Copa Stratum e garantiu sua vaga na Scuderia Stratum na etapa anterior na Granja Viana. Em bate papo com o GRANDE PRÊMIO, ele agora quer ajudar a nossa equipe a alçar voos maiores nas 500 Milhas.

Warm Up / GUILHERME BLOISI, de São Paulo

Se pudermos definir Márcio Simão em uma palavra nesta temporada de 2018 na Copa Stratum GP, com certeza, vem a cabeça a palavra “focado”. O bancário de 38 anos lidera a classificação geral do campeonato com 296 pontos mesmo não tendo participado da etapa de abertura, lá em fevereiro em Interlagos. Um desempenho impressionante de um piloto que, há dez anos, respira automobilismo.
 
A brincadeira começou por acaso em 2008 mas, aos poucos, foi se tornando parte de sua rotina. “Eu comecei participando de um evento festivo com os amigos do trabalho na Granja Viana, meu desempenho foi horroroso, mas eu tomei gosto pela coisa até disputar o meu primeiro campeonato”, conta. Assim, sua evolução passou por trocas de experiências com outros pilotos, corridas com mais frequência – disputa entre 3 e 4 campeonatos por ano - até a criação e organização do seu próprio torneio.
 
 
Simão é um grande entusiasta do kart, ele mesmo admite. E acredita que o esporte tem campo de crescimento, desde que mude alguns cenários. “Infelizmente, ainda é um custo alto e atinge a poucas pessoas com condições, a acessibilidade muito longe ainda da realidade boa que deveríamos ter. Talento nós temos, estão espalhados por aí, a hora que o kart alavancar de vez, a situação vai melhorar”, afirmou.
 
Ao GRANDE PRÊMIO, Simão aponta que sua grande inspiração para o esporte é Rubens Barrichello. “Eu o admiro muito, todo mundo faz piada com ele, mas quem é do ramo sabe o baita piloto que ele é. A maneira que o Rubinho se adapta aos carros de turismo hoje na Stock e, lá atrás, Fórmula 1 e Indy, mostra como ele é completo”.

Para o ano de 2018, Simão traçou duas metas e atingiu ambas. Ele botou na cabeça que disputaria o Campeonato Brasileiro de Kart Indoor e conseguiu o feito disputando a Fórmula SKR. E na Copa Stratum GP, o piloto conta como planejou seu caminho neste ano. “A cada etapa, eu estudei quem seriam meus adversários diretos na classificação. Por isso, eu tinha em mente que tinha de superar o piloto que estivesse mais próximo da pontuação na tabela para que atingisse esse objetivo”.
 
Vaga nas 500 Milhas de Kart garantida pela primeira vez na carreira pela Scuderia Stratum, o próximo passo é o título da temporada e depois, fazer bonito na Granja Viana em dezembro e terminar o ano com a sensação de dever cumprido. “Fazer parte da equipe é gratificante, é uma satisfação imensa dividir um campeonato profissional ao lado de grandes nomes do automobilismo brasileiro, não tem preço”. Até agora, Simão é o quinto nome da equipe, que já conta com André Mansano, Sidney Rogério, Marcelo Hayasaka e Alfredo Salvaia.
 
Quer saber se Simão será o grande campeão da temporada 2018? Acompanhe tudo no GRANDE PRÊMIO no próximo dia 03 de novembro (sábado), a partir das 20h (horário de Brasília) na etapa final da Copa Stratum GP de Kart na Granja Viana.

Amika