Wehrlein usa estratégia diferenciada, segura pelotão e vence primeira bateria do DTM em Norisring

Fazendo pits antes dos líderes, Pascal Wehrlein conseguiu superar os dois primeiros colocados, Christian Vietoris e Robert Wickens. Depois era só uma questão de segurar os adversários – algo que não é tão difícil numa pista de rua. A segunda bateria do DTM em Norisring será disputada neste domingo (28)

O circuito de rua de Norisring seguiu a tradição das pistas urbanas e não garantiu muitas ultrapassagens na briga pela vitória da primeira bateria do DTM deste final de semana, disputado neste sábado (27). No fim das contas, prevaleceu quem fez a melhor estratégia e saiu dos boxes na frente – Pascal Wehrlein, no caso.
 
Wehrlein não era o líder na primeiras voltas – este privilégio era de Christian Vietoris, que também havia conquistado a pole. A liderança só trocou de mãos quando os líderes entraram no pitlane, abrindo caminho para pilotos como Pascal.
Pascal Wehrlein comemora a vitória neste sábado em Norisring (Foto: DTM)
O segundo colocado acabou sendo Robert Wickens, que colocou pressão em Vietoris e eventualmente superou o rival. O canadense chegou a colar na traseira de Wehrlein, mas não teve a velocidade para executar uma manobra.
 
Gary Paffett, terceiro, não fez uma prova cheia de brilhos. O grande mérito do inglês foi superar Vietoris no momento de fragilidade do rival, que perdeu ritmo após o pit.

Augusto Farfus, em prova mediana, terminou em oitavo. O brasileiro conseguiu recuperar posições enquanto a pista secava.
 
A prova foi disputada com pista molhada, mas os acidentes não foram muitos. Salvo alguns toques na primeira curva – que trouxeram o Safety Car – e um acidente de Paul Di Resta, a prova aconteceu sem grande incidentes.

Saiba como foi a corrida 1 do DTM em Norisring

O dia era de chuva para o DTM. A água prometia uma corrida difícil – ainda mais no apertado circuito de rua de Norisring.
 
A dificuldade foi apresentada logo na primeira volta. Um acidente no hairpin terminou com Maxime Martin fora da prova. O Safety Car foi acionado, durando cinco voltas.
 
Com cinco voltas completas, o líder ainda era Christian Vietoris, seguido de perto por Gary Paffett, Jamie Green e Paul Di Resta. Pascal Wehrlein fechava os cinco primeiros. O Safety Car recém havia saído da pista e as chances de ultrapassagem estavam longe de baixas.
 
Robert Wickens, enquanto isso, fazia diversas ultrapassagens e chegava ao segundo lugar sem maiores dificuldades. A pista secava e os pneus slicks do #6 o deram grande vantagem.
Vietoris manteve a liderança na largada em Norisring (Foto: DTM)
Mas alcançar Vietoris seria difícil. O líder da prova conseguia manter uma vantagem confortável sobre Wickens.
 
Os pits começaram na volta 15. Os dois ponteiros foram aos boxes prontamente. Vietoris conseguiu abrir certa vantagem sobre Wickens.
 
Enquanto isso, Daniel Juncadella e Di Resta ocupavam as duas primeiras posições. Mas o dia do escocês terminaria mal: um toque com Jamie Green acabou com a Mercedes do ex-F1.
 
A rodada de pits já estava quase concluída. Wehrlein, que havia parado mais cedo, tomou a ponta. Enquanto isso, Wickens passava Vietoris e tomava a segunda posição.
 
Aliás, Vietoris vivia um drama. Paffett também o ultrapassou na briga pela terceira posição. Agora o antigo líder estava mais de 5s atrás de Wehrlein.
Green teve de se contentar com o sétimo lugar, mas segue líder no DTM (Foto: DTM)
O quinto colocado era Augusto Farfus, que vinha recuperando várias posições conforme a pista secava. Mas pouco depois o brasileiro perdeu duas posições, voltando para sétimo.
 
A briga pela vitória parecia protagonizar apenas Wehrlein e Wickens. A diferença entre os dois era de 1s3. Mas Paffett, que apresentava um bom ritmo, vinha tirando uma diferença razoável.
 
A diferença entre os três pilotos era reduzida volta após volta. Com uma pista majoritariamente seca, se esperava que a diferença entre os pilotos ficasse maior. Para o bem da prova, o que se via era o contrário.
Pascal Wehrlein cruza a linha de chegada na frente nas ruas de Nuremberg (Foto: DTM)
Mais um pouco e Vietoris também voltou ao primeiro pelotão. Os quatro primeiros estavam bem próximos, mas as ultrapassagens ainda não eram possíveis.
 
No fim das contas, as posições dos líderes não foram mais alteradas.

DTM, Norisring, corrida 1, final:

1 PASCAL WEHRLEIN ALE Mercedes HWA 41:02.170 46 voltas
2 ROBERT WICKENS CAN Mercedes HWA +0.356  
3 GARY PAFFETT ING Mercedes ART +0.742  
4 CHRISTIAN VIETORIS ALE Mercedes HWA +1.362  
5 BRUNO SPENGLER CAN BMW MTEK +2.784  
6 MARTIN TOMCZYK ALE BMW Schnitzer +4.902  
7 JAMIE GREEN ING Audi Rosberg +5.279  
8 AUGUSTO FARFUS BRA BMW RBM +8.572  
9 MARCO WITTMANN ALE BMW RMG +8.943  
10 DANIEL JUNCADELLA ESP Mercedes Mücke +9.262  
11 EDOARDO MORTARA ITA Audi Abt +11.482  
12 ANTÓNIO FÉLIX DA COSTA POR BMW Schnitzer +13.318  
13 TIMO GLOCK ALE BMW MTEK +15.990  
14 MIKE ROCKENFELLER ALE Audi Phoenix +17.695  
15 LUCAS AUER AUT Mercedes ART +17.935  
16 TIMO SCHEIDER ALE Audi Phoenix +20.717  
17 MATTIAS EKSTRÖM SUE Audi Abt +21.469  
18 NICO MÜLLER SUI Audi Rosberg +25.638  
19 ADRIEN TAMBAY FRA Audi Abt +40.423  
20 MIGUEL MOLINA ESP Abt Audi +47.794  
21 PAUL DI RESTA ESC Mercedes HWA +29 voltas NC
22 MAXIMILIAN GÖTZ ALE Mercedes Mücke +29 voltas NC
23 TOM BLOMQVIST ING BMW RBM +36 voltas NC
24 MAXIME MARTIN BEL BMW RMG +41 voltas NC

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube