Endurance

Alonso revela que alertou sobre entrada do safety-car quando estava atrás de Nasr em Daytona

Fernando Alonso venceu as 24 Horas de Daytona, mas poderia não ter subido ao degrau mais alto do pódio. Isso porque revelou que chegou a avisar sua equipe que um safety-car era necessário na pista quando ainda estava em segundo, atrás de Felipe Nasr

Warm Up / Redação GP, de São Paulo
A vitória de Fernando Alonso nas 24 Horas de Daytona no último final de semana poderia não ter vindo. Isso porque o espanhol revelou que chegou a pedir para que a corrida, sob forte chuva, fosse interrompida algumas voltas antes, quando ainda estava em segundo.
 
Em seu primeiro stint, o bicampeão da F1 assumiu a liderança da corrida com uma vantagem de 55s antes da primeira bandeira vermelha. Depois, no stint final, conseguiu superar Felipe Nasr e o #31 para reassumir a primeira colocação antes do encerramento também por bandeira vermelha. Isso garantiu o triunfo para o Cadillac #10, que também contava com Renger van der Zande, Jordan Taylor and Kamui Kobayashi.
 
Ao falar após a disputa, o asturiano ressaltou que havia pedido para interromper a corrida muito antes de seu final por conta das condições. “Eu avisei muitas vezes pelo rádio, quando estava em segundo, que um safety-car era necessário. As últimas cinco, sete voltas da corrida não eram certas para ninguém na pista”, falou.
Kamui Kobayashi, Jordan Taylor, Fernando Alonso e Renger van der Zande (Foto: Reprodução)
“A visibilidade era quase zero, não podíamos acelerar nas retas, o carro se movia muito, o controle de tração estava entrando na sexta marcha, havia diferentes partes de diversos carros por várias partes da pista, pois pessoas estavam perdendo aqui e ali”, explicou.
 
“Estava chamando a equipe por um carro de segurança imediatamente, pois eu não conseguia ver nada. Felipe acabou abrindo um pouco demais na curva 1, assumimos a liderança. Tivemos sorte nesse momento. Acredito que as condições estavam ok para parar a corrida sete voltas antes, e naquele momento éramos segundo”, encerrou.
 
Fernando tem feito história fora da F1. Em 2018, alcançou a vitória nas 24 Horas de Le Mans, e agora alcançou o triunfo em Daytona. Em maio, vai em busca da conquista das 500 Milhas de Indianápolis.