Negrão segura pressão de Toyota e vence 6 Horas de Monza no WEC

A Alpine deu um duro danado e aguentou a pressão exercida pela equipe japonesa para conquistar seu segundo triunfo na temporada pelo Mundial de Endurance

A Alpine, do brasileiro André Negrão e dos franceses Nicolas Lapierre e Matthieu Vaxivière, suportou a pressão exercida pela Toyota de Brendon Hartley, Sébastien Buemi e Rio Hirakawa, para vencer neste domingo (10) as 6 Horas de Monza, categoria dos Hypercarros, antepenúltima etapa da temporada 2022 do Mundial de Endurance. Apenas 2s7 separaram os dois na corrida.

A equipe francesa largara na terceira posição e assumiu a ponta da corrida após a sexta rodada de pit-stops, passando os dois carros japoneses em sequência. Apenas 2s7 separaram Alpine do #7 da Toyota. O pódio foi completado com a outra Toyota, de Mike Conway, Kamui Kobayashi e Jose Maria López.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

A corrida ficou marcada por um acidente impressionante do português Eduardo Chaves, da Aston Martin, que capotou após decolar nas zebras do circuito italiano. O outro brasileiro da categoria, Pipo Derani, que havia conquistado a pole-position com a Glickenhaus, parecia a caminho de uma vitória inédita no WEC.

Foi a segunda vitória da Alpine na temporada 2022 do WEC (Foto: Florent Gooden / DPPI)

Porém, uma reviravolta acontece para a equipe norte-americana, com um drive-through e, por conta do safety-car acionado após o acidente da Aston Martin, perdeu terreno. Logo em seguida, veio a falha no turbo que obrigou o brasileiro a abandonar a prova após três horas.

“Foi muito difícil, os Toyota estavam sempre muito perto, colados. Mas a equipe fez um grande trabalho e conseguimos nossa segunda vitória no ano, que é muito importante para nossas chances no campeonato. Ainda temos mais duas provas, lógico que a Toyota é favorita. Mas se chegamos até aqui na frente, vamos continuar acreditando”, disse André Negrão.

Com a vitória, a Alpine quebrou um jejum de triunfos que não acontecia desde as 1.000 Milhas de Sebring, disputada em março e se manteve na liderança do Mundial de Endurance, faltando duas provas para o fim da temporada.

A próxima etapa será disputada no próximo dia 11 de setembro, com as 6 Horas de Fuji. A Glickenhaus anunciou, neste sábado (9), que está fora da prova por corte de custos.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar