Após título no WEC, Senna se junta a Alonso e corre 24 Horas de Daytona pela United Autosports em 2018

Bruno Senna vai se juntar a Fernando Alonso e Paul di Resta para a disputa das 24 Horas de Daytona. O brasileiro, campeão do Mundial de Endurance neste ano na classe LMP2, foi chamado pela equipe United Autosports

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Bruno Senna também vai correr as 24 Horas de Daytona em 2018. O brasileiro é o último grande nome do automobilismo a ser chamado pela equipe United Autosports para fazer parte da famosa prova na Flórida. O sobrinho de Ayrton Senna vai ainda integrar um line-up que conta com Fernando Alonso e Paul di Resta. 

 
O piloto de 34 anos, que conquistou o título do Mundial de Endurance nesta temporada na classe LMP2 com a equipe Rebellion, vai dividir na corrida do fim de janeiro o Ligier-Gibson JSP217 com o estreante Di Resta, além dos pilotos regulares Will Owen e Hugo de Sadeleer. A prova acontece entre os dias 27 e 28 do próximo mês. Bicampeão da F1, Alonso vai correr no outro carro do time ao lado do jovem Lando Norris e Phil Hanson.
Bruno Senna (Foto: Shivraj Gohil/MF2)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

"Estou muito entusiasmado em me juntar a United Autosports neste desafio em Daytona", afirmou Bruno. "É uma equipe incrivelmente bem-sucedida e com experiência, possui um grande talento técnico, bem como uma lista de pilotos muito forte", completou.

 
Chefe da equipe, Richard Dean também falou sobre a chegada do brasileiro. "Bruno será um enorme valor agregado para a equipe, porque ele possui experiência em Daytona e com o carro. Acho que temos agora em nossos carros um ótimo equilíbrio de velocidade, habilidade e experiência", explicou o dirigente.
 
Os testes para a disputa da icônica prova do endurance vão começar no traçado norte-americano entre 5 e 7 de janeiro, abrindo os trabalhos visando a corrida no fim do mês. A United Autosports também é comandada pelo chefe e diretor-executivo da McLaren, Zak Brown. Além do espanhol, Lance Stroll será o segundo nome da F1 no grid em Daytona

Ainda, Felipe Nasr, que não encontrou vaga para disputar o Mundial em 2017, vai correr pela Action Express, uma das mais tradicionais escuderias do SportsCar, categoria da qual faz parte a prova em Daytona, na próxima temporada.

FALTA DE HONESTIDADE

PERDA DE ETAPA DA FÓRMULA E É DESASTROSA PARA SÃO PAULO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube