Após vitória em Le Mans, Aston Martin amplia contrato de Serra para restante da temporada 2017 do Mundial de Endurance

Daniel Serra garantiu mais algumas provas com a Aston Martin no Mundial de Endurance em 2017. O brasileiro, que venceu em Le Mans, já faz parte dos planos do time para o futuro

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A atuação espetacular e a consequente vitória do trio #97 nas 24 Horas de Le Mans rendeu a Daniel Serra uma prorrogação de seu contrato com a Aston Martin. Nesta quinta-feira (29), os britânicos confirmaram que o brasileiro, anteriormente escalado apenas para as três primeiras provas do ano, vai seguir no carro com Jonathan Adam and Darren Turner nas corridas em que tiver disponibilidade de data.
 
Desta forma, Serra já está confirmado para a próxima etapa do Mundial de Endurance, que acontece em 16 de julho na Alemanha. A única prova do WEC que está marcada em data conflitante com o calendário da Stock Car é a do Bahrein, justamente a decisão da temporada do Mundial de Endurance.
 
Daniel está mesmo com moral no time. Richie Stanaway, neozelandês de boa carreira nas categorias de base europeias, por exemplo, foi limado do restante do ano no trio #95 da Aston Martin, que seguirá sendo comandado por Nicki Thiim e Marco Sorensen.
Daniel Serra festeja a vitória nas 24h de Le Mans (Foto: Aston Martin)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Ao site norte-americano 'Motorsport.com', o chefe da Prodrive Aston Martin, John Gaw, rasgou elogios ao piloto paulista e falou dos planos para o futuro de Serra na equipe.
 
"O melhor dos mundos é ter apenas dois pilotos para essas corridas de seis horas, mas nós queremos seguir usando o Daniel porque esperamos que ele faça parte do nosso programa a partir de 2018", disse.
 
Apesar de não ter ido bem nas duas primeiras corridas em Silverstone e Spa, o trio se recuperou com a vitória nas 24 Horas de Le Mans e já aparece em segundo na classificação geral da GTE Pro com 63 pontos, 11 a menos que o trio da Ford Ganassi formado por Andy Priaulx, Harry Tincknell e pelo brasileiro Pipo Derani, que não deve seguir para as próximas etapas.
 
POLÊMICA MOSTRA QUE VETTEL PISOU NA BOLA E HAMILTON FOI MALANDRO EM BAKU

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube