Cinco anos após grave acidente, Kubica retorna às pistas para disputar 12 Horas de Mugello ao lado de Prokop

Cinco anos após o grave acidente sofrido no Rali Ronde di Andorra, na Itália, Robert Kubica vai voltar a se aventurar em um circuito. Ao lado de Martin Prokop, o polonês vai disputar as 12 Horas de Mugello a bordo de uma Mercedes-Benz SLS GT3

Robert Kubica vai voltar a guiar dentro de um autódromo. Cinco anos após o grave acidente sofrido no Rali Ronde di Andorra, na Itália, a polonês foi confirmado ao lado de Martin Prokop nas 12 Horas de Mugello.
 
Em 6 de fevereiro de 2011, Kubica perdeu o controle do Skoda Fabia e bateu em um guard-rail, que acabou por perfurar o cockpit do carro. A peça atingiu o piloto, que sofreu fraturas no braço direito e também no cotovelo.
Martin Prokop e Robert Kubica vão disputar as 12 Horas de Mugello (Foto: Divulgação)
Kubica passou por três grandes cirurgias que conseguiram evitar a perda dos movimentos da mão direita, mas o piloto nunca recobrou total mobilidade, o que impediu seu retorno à F1.
 
O polonês voltou a competir em setembro de 2012, em rali na Itália. Desde 2013, Robert disputa o Mundial de Rali e, constantemente, se envolve em acidentes. Recentemente, Kubica manifestou o desejo de correr na F-E.
 
Nesse retorno às provas no asfalto, Kubica vai guiar um Mercedes-Benz SLS GT3 da equipe MP-Sports.
 
“Nós estamos encantados por ter Robert e Martin no nosso line-up para a corrida em Mugello”, disse Quirin Muller, chefe da MP-Sport. “Ter um ex-piloto de F1 no time em sua primeira prova é algo especial. Tenho certeza que todos nós poderemos aprender bastante com a experiência de Robert”, seguiu.
 
“Para Martin, será um grande desafio vindo do WRC e do Dakar. As corridas em circuito exigem uma abordagem diferente, mas, de novo, estou confiante de que a experiência de Robert será uma grande ajuda para Martin”, defendeu. “A meta para todos nós é aprender o máximo possível e, no fim das contas, nós, com certeza, estamos mirando um bom resultado”, completou Muller.
 
As 12 Horas de Mugello estão marcadas para 18 e 19 de março. Antes disso, a equipe planeja fazer um teste no dia 16.
VEJA A EDIÇÃO #18 DO PADDOCK GP, QUE TRAZ BATTISTUZZI, ABORDA F1, INDY E STOCK CAR

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube