Envolvido em acidente com Hülkenberg nas 24 Horas de Le Mans, alemão Göthe passa por cirurgia nas costas

O alemão Roald Göthe já está em casa e passa bem após ter fraturado duas vértebras em um acidente envolvendo o vencedor Nico Hülkenberg nas 24 Horas de Le Mans deste ano

O piloto alemão Roald Göthe, da Aston Martin, já deixou o hospital após passar por uma cirurgia nas costas para recuperar duas vértebras fraturadas em um forte acidente nas 24 Horas de Le Mans deste ano.
 
Já na manhã de domingo (14), na França, Göthe, gentleman-driver do Aston #96, perdeu o controle nas curvas Porsche ao ser ultrapassado pelo líder da prova, Nico Hülkenberg. Do Centro Médico, ele foi conduzido a um hospital local, mas a cirurgia foi realizada em Mônaco na semana passada.
Roald Göthe acertou o muro em cheio (Foto: Reprodução/Twitter)
O vídeo dá a impressão de que houve um toque, embora não seja conclusivo, mas Göthe garante que houve contato com o protótipo 919. A seguir, ele rodou e se chocou contra uma barreira de concreto.
 
“Estou bem e consigo andar, ainda que em câmera lenta por enquanto”, disse Göthe à revista inglesa ‘Autosport’. “Fiz uma cirurgia que foi chave: algo chamado ‘macaco espinhal’ foi colocado nas vértebras danificadas.”
 
Trata-se de uma cirurgia realizada há poucos anos, em que se coloca um item nas costas do paciente que tem função semelhante a um macaco hidráulico para carros, levantando a coluna para endireitá-la, daí o nome – ‘spinal jack’, em inglês.
 
Göthe afirmou que gostaria de ter sido procurado pela Porsche ou por Hülkenberg após o acidente e que não pretende abandonar a carreira, mas pediu melhorias na segurança do Circuit de la Sarthe.
 
“Embora possa parecer da câmera da pista que eu perdi controle ao sair da linha ideal ou por simplesmente guiar mal, o acidente na verdade foi causado por um toque com o LMP1 da Porsche, que me mandou para cima da sujeira”, relatou.
 

determinarTipoPlayer(“15505841”, “2”, “0”);


“O acidente não afastou a minha paixão pelo automobilismo, mas eu acertei uma barreira de concreto desprotegida. Então, antes de voltar para Le Mans, eu gostaria de ver pneus ali, ou então uma ‘Safer barrier’ em outros lugares como aquele”, ressaltou.
 
Göthe formava trio com Stuart Hall e Francesco Castellacci. A Aston Martin acabou saindo de Le Mans sem vitórias depois que os protótipos #99 e #98 também se envolveram em acidentes enquanto lideravam as classes GTE Pro e GTE Am, respectivamente.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube