Estabelecida no WEC, Manor anuncia planos de ingressar na LMP1 a partir de 2018 com chassis da Ginetta

Enquanto a irmã na F1 briga para manter sua existência, a Manor do WEC quer alçar voos maiores: a LMP1 a partir da temporada 2018. A equipe de John Booth e Graeme Lowdon segue na LMP2 por mais um ano para, se tudo der certo, entrar na P1 com carros da Ginetta daqui a um ano

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Enquanto na F1 a Manor vive mais uma cruzada para seguir existindo, no WEC a equipe inglesa dá passos maiores e tem planos de entrar na competição da classe LMP1 na temporada 2018. O ingresso da Manor na classe mais tradicional do endurance mundial será com os carros da Ginetta, que comunicou sua entrada na categoria há alguns dias.

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
A Manor é, desta forma, a primeira equipe a informar seu interesse para utilizar o chassi da Ginetta. No WEC desde 2016 na classe LMP2 – algo que repetirá neste ano -, a Manor está confiante que mudar de patamar é a escolha correta. Quem afirmou foi o chefe Graeme Lowdon.

 
"Com o que está acontecendo na LMP1 no momento, acreditamos que 2018 pode ser a hora certa para ingressar como uma equipe privada. Temos falado com a Ginetta por algum tempo, e acho que o programa da P1 vai jogar com nossas maiores forças enquanto grupo que já fez os próprios carros de F1", disse em entrevista ára a revista inglesa 'Autosport'.
 
Apesar da intenção de entrar na P1, porém, Lowdon sublinha que a concretização depende da parte financeira andar de acordo com o traçado. "[Depende de] fazer o modelo de negócios da P1 funcionar. Como sempre, é pendente das finanças, mas se não começarmos a trabalhar nos planos agora, não vai acontecer", seguiu.
A Ginetta está entrando no WEC (Ilustração: Divulgação)
Embora uma parceria com a Ginetta esteja nos planos, em 2016 a Manor segue na LMP2 com chassis da ORECA. Ainda mais do que isso: passa dos defasados chassis 05 para os atualizados 07 da construtora francesa. "Vemos a P1 como uma adição, não uma alternativa. Estamos comprometidos com a LMP2 e é nosso maior foco para 2017 no momento", encerrou Graeme.
 
A Manor espera manter os dois carros com que competiu no campeonato de 2016 para 2017, tentando agora dar um salto de resultados após marcar apenas 29 tentos e ficar com o décimo e último lugar da P2 no ano que passou.

É importante ressaltar que a Manor do WEC nada tem a ver com a atualmente operando na F1 – e que vive um novo drama financeiro. Booth e Lowdon, fundadores da Manor, eram os diretores da antiga Marussia e carregaram o nome consigo para uma nova operação.

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube