Endurance

Häkkinen anuncia retorno às pistas após oito anos para disputar 10 Horas de Suzuka com McLaren GT

Mika Häkkinen em uma McLaren? Vai acontece novamente em 2019: o finlandês se une a Hiroaki Ishiura e Katsuaki Kubota e completa trio que disputa prova de endurance em Suzuka. A última aparição competitiva de Mika foi em 2011

Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim

 
2019 reserva o retorno de Mika Häkkinen ao automobilismo. O piloto finlandês, bicampeão da Fórmula 1, foi anunciado nesta terça-feira (9) como companheiro dos japoneses Hiroaki Ishiura e Katsuaki Kubota nas 10 Horas de Suzuka, corrida válida pelo Intercontinental GT Challenge.
 
O trio vai competir com um McLaren 720S GT3, versão modificada do carro de rua da marca britânica. Para Mika, que voou alto com a escuderia de F1 entre 1993 e 2001, não deixa de ser uma escolha simbólica.
 
A última aparição de Häkkinen em uma corrida foi em 2011. Na ocasião, o finlandês disputou as 6 Horas de Zhuhai, válida pelo já finado Intercontinental Le Mans Cup.
O McLaren 720S GT3, a ser pilotado por Mika Häkkinen em Suzuka (Foto: Wikimedia)
“Em março de 2017 eu fui a Suzuka pela primeira vez em 16 anos e reencontrei o pessoal fanático do Japão mais uma vez”, recordou Häkkinen. “Aí ano passado eu pilotei o MP4/13 e curti o traçado único de Suzuka, em formato de ‘oito’. Esse ano resolvi que voltaria a correr pela primeira vez desde novembro de 2011, e escolhi Suzuka como palco do meu retorno. Suzuka é onde venci o Mundial de F1 pela primeira vez e onde tenho tantos fãs”, seguiu.
 
A última temporada completa de Häkkinen foi em 2007, no último de três anos como piloto da Mercedes no DTM. Depois, já em regime de aposentadoria, o finlandês seguiu ligado ao automobilismo através do cargo de embaixador da McLaren.
 
As 10 Horas de Suzuka estão marcadas para 25 de agosto.