Incerto sobre Indy, Leist assina com JDC-Miller para SportsCar em 2020

Com a chance cada vez maior de ficar fora do grid da Indy em 2020, Matheus Leist assinou com a JDC-Miller e vai disputar pelo menos quatro etapas da temporada 2020 do IMSA SportsCar a bordo de um Cadillac DPi, começando com as 24 Horas de Daytona. O brasileiro vai formar parceria com o colombiano Juan Piedrahita e vai ter também o norte-americano Chris Miller em Daytona

Matheus Leist vai ser mais um piloto brasileiro a fazer parte do grid do IMSA SportsCar na temporada 2020. E assim como Pipo Derani e Felipe Nasr, o gaúcho de 21 anos vai correr na principal classe da categoria, a DPi, com um Cadillac da equipe JDC-Miller. Com futuro incerto na Indy, onde disputou as duas últimas temporadas como piloto da Foyt, Leist vai correr pelo menos quatro etapas da Michelin Endurance Cup, a começar pelas 24 Horas de Daytona, prova que vai abrir o campeonato, garantindo presença também nas 12 Horas de Sebring, Petit Le Mans e 6 Horas de Watkins Glen. Matheus vai formar dupla com o colombiano Juan Piedrahita na maior parte das provas, enquanto Chris Miller vai se unir aos sul-americanos para Daytona.

“Para ser sincero, não poderia estar mais feliz por me unir à Cadillac e à JDC-Miller MotorSports para o campeonato do IMSA em 2020. Pilotei para a Chevrolet nos dois últimos anos na Indy e estou empolgado em permanecer na família GM e agora pilotar um Cadillac DPi-V.R. Mal posso esperar para ir para Daytona”, declarou no comunicado emitido à equipe. Nas suas redes sociais, o piloto acrescentou: "Fiquem de olho que ainda teremos mais novidades pela frente".
Matheus Leist (Foto: Indycar)
 
Assim, a tripulação do Cadillac #85 da equipe está completo. O #5 já estava confirmado antes com João Barbosa e Sébastien Bourdais, com Loïc Duval fazendo parte do conjunto nas corridas de longa duração.
 
John Church, dono da equipe, destacou a chegada de Leist ao time: “Estamos empolgados por ter Matheus conosco no carro #85 e sabemos que ele vai ser um ótimo acréscimo à nossa lista de pilotos”.
 
“Também estou feliz por dar as boas-vindas a Juan e Chris e tentar construir em cima do que aprendemos na temporada passada. Sentimos que temos tripulações bem fortes nas nossas duas inscrições para 2020, e isso certamente vai ser uma vantagem por correr com dois carros novamente”, comentou.
 
A definição dos pilotos da Foyt para a temporada 2020 da Indy vai passar pelo aspecto financeiro. Isso porque a equipe busca patrocinadores para suprir a saída da ABC, empresa produtora de telhados, calhas e janelas, que vai manter o apoio ao time de AJ e Larry Foyt somente em corridas pontuais, como as 500 Milhas de Indianápolis.
 
No momento, apenas Tony Kanaan tem aporte garantido para disputar parte da temporada 2020, ficando restrito aos circuitos ovais, enquanto a trajetória de Leist na categoria tem seu futuro indefinido.

Carregando…

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube