Kobayashi comanda dobradinha da Toyota e conquista pole provisória para 24 Horas de Le Mans

A Toyota fez dobradinha no primeiro treino classificatório para as 24 Horas de Le Mans, e Kamui Kobayashi assegurou ao TS050 HYBRID #7 a posição de honra provisória. O melhor brasileiro na tabela geral da sessão foi Bruno Senna, que ficou na segunda colocação da classe LMP2 e oitavo na lista total. Nesta quinta-feira, a programação prevê a treino que vai decidir o grid de largada

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Kamui Kobayashi foi o mais veloz na primeira classificação para as 24 Horas de Le Mans e colocou a Toyota na pole provisória para a corrida que tem largada neste sábado (17). O treino que começou a definir o grid de largada para a 85ª edição da mais importante prova de longa duração do mundo foi encurtado em 20 minutos devido a um incidente durante o Road To Le Mans, uma das categorias preliminares da etapa do Mundial de Endurance. 

 
O japonês, que divide o TS050 HYBRID #7 com Mike Conway e Stéphane Sarrazin, cravou 3min18s793 ainda no início da sessão e não foi mais incomodado, comprovando a performance dominante da fábrica nipônica neste início de disputa em Sarthe na categoria LMP1. A marca foi 0s638 mais rápida que a dos companheiros de equipe do protótipo #8, que é conduzido por Sébastien Buemi, Anthony Davidson e Kazuki Nakajima. 
Toyota #7 cravou a pole provisória para as 24h de Le Mans (Foto: Reprodução/Toyota)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

O Porsche #2, guiado por Earl Bamber, Timo Bernhard e Brendon Hartley, furou o bloqueio japonês e se colocou em terceiro, com o tempo de 3min19s710, 1s1 atrás do pole. Na sequência apareceu o terceiro Toyota desta edição de Le Mans. Conduzido por Yuji Kunimoto, José María López e Nicolas Lapierre, o #9 se pôs em quarto, logo à frente do Porsche #1, que tem ao volante Neel Jani, Andre Lotterer e Nick Tandy. Fechando a lista da LMP1, o protótipo independente da Bykolles garantiu a sexta posição na tabela geral.

 
A classe LMP2 viu uma disputa bem mais acirrada na noite desta quarta-feira, e o Oreca #28 da TDS, guiado por Matthieu Vaxivière, obteve o tempo mais rápido da sessão em 3min29s333 – sétimo no geral -, superando em meio segundo o Oreca #31 do trio Bruno Senna, Nicolas Prost e Julien Canal da equipe Rebellion. Éntre os demais brasileiros da categoria, André Negrão foi o sétimo, seguido por Nelsinho Piquet. Rubens Barrichello, que faz a estreia em Le Mans neste ano, terminou com a 13ª marca da classe e a 19ª na tabela geral. 
 
A Aston Martin liderou a categoria GTE-Pro. O dinamarquês Nicki Thiim colocou o carro #95 da charmosa marca britânica na ponta com o tempo de 3min52s117, pouco mais de um décimo melhor que a Ferrari #71 da AF Corse. O melhor brasileiro na classe foi Daniel Serra, com a quarta colocação. O piloto da Stock Car anda em Le Mans também com um Aston Martin.
 
A quinta colocação ficou com o Ford #67 da equipe Ganassi, que tem Pipo Derani como um dos pilotos. O outro carro de Chip Ganassi, que tem volante Tony Kanaan também guiando pela primeira vez em Sarthe, terminou a sessão na décima colocação da GTE Pro.
 
Por fim, a categoria GTE Am teve como líder também um carro da Aston Martin. O #90 comandou as ações nas mãos do português Pedro Lamy. O brasileiro Fernando Rees obteve a terceira melhor marca.
 
A programação em Le Mans prevê ainda mais dois treinos livres e a classificação final.
PADDOCK GP # TEM PRESENÇA DE ALEX BARROS

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube