Lenda do tênis, Nadal é escolhido pelo WEC para dar bandeirada de largada nas 24 Horas de Le Mans de 2018

Rafael Nadal, vencedor de 16 Grand Slams e dono de dois ouros olímpicos, vai autorizar a largada das 24 Horas de Le Mans de 2018. O espanhol foi definido pelo Mundial de Endurance como um “embaixador adequado” para uma “corrida icônica”

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O Mundial de Endurance pensou além do automobilismo para encontrar a pessoa certa para a bandeirada de largada das 24 Horas de Le Mans de 2018. A categoria anunciou nesta segunda-feira (14) que Rafael Nadal, lenda viva do tênis, foi escolhido para autorizar o começo da lendária corrida francesa.
 
De acordo com o WEC, Nadal é um “embaixador adequado para a corrida icônica”. Mesmo levando em conta o sucesso do espanhol, é uma escolha curiosa: em anos recentes, as 24 Horas Le Mans tiveram nomes ligados ao automobilismo autorizando largadas. A exceção foi o ator Brad Pitt, escolhido em 2016.
Rafael Nadal (Foto: Reprodução/Twitter)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O currículo de Nadal é repleto de conquistas. Desde 2005, o espanhol já venceu 16 Grand Slams, incluindo dez vitórias no Aberto da França – um recorde. O tenista também é dono de dois ouros olímpicos – um individual, em 2008 em Beijing, e um nas duplas, no Rio de Janeiro em 2016. Na atualidade, é segundo no ranking da ATP, atrás apenas de Roger Federer.
 
As 24 Horas de Le Mans de 2018 terão como ponto alto a presença de outro espanhol – Fernando Alonso, que busca a Tríplice Coroa ao lado da Toyota. A corrida vai acontecer entre os dias 16 e 17 de junho.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube