McLaren considera retorno às 24 Horas de Le Mans na classe GTE: “É algo que estamos discutindo”

Zak Brown, substituto de Ron Dennis na McLaren, tem planos grandiosos. Um deles é retornar às 24 Horas de Le Mans, onde a marca foi vencedora em 1995. É provável que a volta aconteça através dos GTs, universo mais familiar à escuderia

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A McLaren revelou um plano audacioso para o futuro. O diretor Zak Brown, substituto de Ron Dennis, acenou com a possibilidade de um retorno dos britânicos às 24 Horas de Le Mans, onde não competem desde 1998. O chefão não esconde a empolgação com a ideia, mas aponta a necessidade de discutir bastante o projeto.
 
“Já vencemos Le Mans e essa corrida está na nossa história. E parte do meu trabalho é decidir onde a McLaren deve competir”, disse Brown, falando à revista britânica ‘Autosport’. “Voltar às 24 Horas de Le Mans é algo que temos em mente e estamos discutindo. Pessoalmente, eu adoraria voltar a correr em Le Mans, e tenho certeza de que não sou o único com essa visão”, opinou.
 
Brown vê um programa na classe GTE como mais provável, considerando as raízes mais profundas da marca no GT – a McLaren se faz presente no Mundial de GT com o 650S. O problema é que, para se adequar ao regulamento do Mundial de Endurance e das 24 Horas de Le Mans, os britânicos vão precisar rever questões internas.
A McLaren disputa o Mundial de GT (Foto: Blancpain Series)
A McLaren precisa decidir se mata no peito o projeto de desenvolver o carro de Le Mans, ou se repassa a tarefa para a McLaren GT, braço da escuderia que foca no turismo. Andrew Kirkaldy, chefe da divisão GT, defendeu uma parceria com a McLaren principal para desenvolver um modelo plenamente competitivo. Brown admite que tal questão ainda precisa ser resolvida.
 
A McLaren tem bom retrospecto nas 24 Horas de Le Mans. Mesmo competindo apenas com GTs, a marca foi vencedora no geral na edição de 1995: Yannick Dalmas, JJ Lehto e Masanori Sekiya levaram o modelo F1 GTR ao posto mais alto do pódio.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube