Piquet participa de teste com Nissan e experimenta pela primeira vez carro do Mundial de Endurance

Nelsinho Piquet vai estrear no volante de mais um tipo diferente de carro, agora nos LMP1 da Nissan que voltam ao WEC em 2016. O programa da marca japonesa foi cancelado em 2015 após o vexame nas 24 Horas de Le Mans. Além de Nelsinho, Bruno Junqueira também vai participar dos testes

Nelsinho Piquet vai continuar sua coleção carros distintos de categorias diferentes aos quais ele já guiou. O atual campeão da F-E vai testar o problemático GT-R LM Nismo da Nissan na classe LMP1 do Mundial de Endurance. Bruno Junqueira também vai participar.

Vai ser a primeira vez que Nelsinho andará com os carros LMP1 modernos. Além da F-E, Piquet é regular do Ralicross, onde já venceu corrida. Também em 2015, andou na Indy Lights em um evento e testou pela Penske na Indy.

Nelsinho Piquet (Foto: F-E)
Além de Piquet e Junqueira, também participa dos dois dias de testes Memo Rojas. As sessões acontecem no autódromo de Nova Orleans e começam em 8 de dezembro, mas os três andam apenas no segundo dia, a quarta-feira 9. Jann Mardenborough e Harry Tincknell, titulares do time, andam no dia inicial.
 
Vai ser a primeira vez que os carros da Nissan estarão na pista desde setembro. Então, a primeira vez desde que Michael Carcamo assumiu como o chefe do projeto no lugar de Darren Cox. 
 
Outro teste deve a acontecer em fevereiro, também em Nova Orleans. As sessões de dezembro vão experimentar alguns desenvolvimentos alcançados nos últimos meses, mas ainda preliminares. Em fevereiro, a Nissan espera se aproximar mais dos carros que vão andar na próxima temporada do WEC.
 
Segundo o site americano 'Motorsport.com', novos pneus Michelin e um novo pacote aerodinâmico também serão testados.

Em 2015, a participação da Nissan na classe LMP1 foi cancelada após o vexame completo nas 24 Horas de Le Mans. Apesar dos testes, ainda não está claro se a marca japonesa pretende contratar mais algum piloto ou não.

 

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Pior temporada em anos tem desfecho merecido e leva a pedido: F1, mude jáhttp://grandepremio.uol.com.br/f1/noticias/opiniao-gp-pior-temporada-em-anos-tem-desfecho-a-altura-e-leva-a-pedido-claro-f1-mude-ja

Posted by Grande Prêmio on Segunda, 30 de novembro de 2015

PADDOCK GP EDIÇÃO #9: ASSISTA JÁ

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube