Quinto no grid da GTE Pro, Senna prevê favoritismo da Porsche no Bahrein: “Ritmo de outro planeta”

Ao lado de Pedro Lamy e Richie Stanaway, brasileiro tem como missão ajudar Aston Martin a conquistar títulos de Pilotos e Construtores. "Ninguém sabe com certeza como está o consumo dos pneus", explicou

 
Depois de conquistar quatro poles nas sete etapas anteriores da temporada 2013 do Mundial de Endurance na categoria GTE Pro, Bruno Senna parte em quinto lugar nas 6 Horas do Bahrein, última e decisiva rodada do atual campeonato.
 
Em parceria com o neozelandês Richie Stanaway e com o português Pedro Lamy, o brasileiro, guiando um Vantage V8, tem como missão ajudar seus demais parceiros na Aston Martin, Darren Turner e Stefan Mücke, a conquistar o título de pilotos. A taça dos Construtores também está em jogo no circuito de Sakhir.
Bruno Senna no Bahrein (Foto: Drew Gibson/MF2/AMR)
A Porsche, contudo, é a favorita absoluta na opinião de Senna. "Eles estão com um ritmo de outro planeta, cerca de meio segundo mais rápidos que os outros", enfatizou. "Eles vieram praticamente com o modelo de 2014, mas não vão poder sumir na corrida porque senão tomarão acréscimo de 20 kg no peso mínimo no próximo ano. E ninguém sabe com certeza como está o consumo dos pneus deles", explicou o piloto.
 
Em seguida, Bruno contou como foi a tomada de tempos para a classificação no Bahrein. "Reduzi de terceira para segunda marcha na última curva, mas a marcha não entrou. Perdi muito tempo ali. Melhorei na segunda volta, mas minha média já estava comprometida."
 
A largada para as 6 Horas do Bahrein será às 10h (de Brasília) deste sábado (30).

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube