São Paulo exalta retorno do WEC em 2024 e projeta “movimentar R$ 250 milhões”

Com possibilidade de renovação por mais cinco anos, Interlagos volta a receber os carros do mundial de endurance na 6 Horas de São Paulo

24 HORAS DE LE MANS + MOTOGP NA ITÁLIA: ONDE ASSISTIR?

Depois de 10 anos sem receber uma etapa do WEC, Interlagos retorna ao calendário do Mundial de Endurance, com as 6 Horas de São Paulo, que será realizada no dia 14 de julho de 2024. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (9), em Le Mans, após reunião do Conselho Mundial da FIA às vésperas da edição do aniversário de 100 anos da prova de longa duração mais famosa do automobilismo.

A confirmação do acordo contou com a presença do prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, e foi na entrevista oficial da categoria antes de largada em Le Mans. Nunes projetou que o evento, apenas em 2024, terá papel importante na parte econômica.

“Gerará 5.000 empregos, teremos uma movimentação financeira de R$ 250 milhões e a cidade será transmitida para 150 países, com uma imagem muito positiva, fixando São Paulo como um dos grandes polos mundiais do entretenimento”, afirmou. É importante lembrar que esses números poderão ser aferidos apenas após o evento e, por isso, é fundamental que sejam lembrados mais tarde.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Em 2024, Interlagos retorna ao calendário do Mundial de Endurance após 10 anos (Foto: WEC)

Além do benefício financeiro, Nunes também exaltou o feito da capital paulista ser a única cidade no mundo a receber as três principais categorias chanceladas pela FIA, a Fórmula 1, Fórmula E e o WEC, para 2024. “A realização das 6 Horas de São Paulo, com carros e pilotos que participam da mais tradicional prova do automobilismo mundial, consolida a capital paulista como um dos mais importantes polos de esporte a motor do mundo”, começa o prefeito. “A cidade passa a ser a única a sediar as três principais categorias homologadas pela FIA. São Paulo é o melhor destino internacional para os apaixonados pela velocidade”, acrescentou.

Ainda durante o anúncio no Conselho Mundial da FIA, o CEO do WEC, Frédéric Lequien, destacou a volta dos carros endurance à América Latina. “Nós estamos muito entusiasmados em confirmar o retorno do WEC à América Latina em 2024, em São Paulo que é uma cidade repleta de fãs do automobilismo”, comemorou. “ Com um mínimo de dez fabricantes competindo na categoria Hipercarros da próxima temporada, não vemos a hora de levar o espirito de Le Mans para o Brasil”, concluiu.

Neste ano, o sambódromo do Anhembi recebeu os carros elétricos da Fórmula E (Foto: Fórmula E)

Na cerimônia foi confirmada a possibilidade de uma extensão de cinco anos no contrato da Prefeitura de São Paulo com o WEC. “A cidade se empenhou muito para trazer o WEC e esta conquista tem diversos significados importantes, a começar pelo anúncio ser feito no centenário de Le Mans. Marca a consolidação do retorno dos grandes eventos em São Paulo, mantém a cidade em evidência no automobilismo e ajudará certamente para a imagem positiva, associada a um dos eventos mais emblemáticos do mundo”, afirmou o presidente SPTuris, Gustavo Pires.

“A volta do Brasil ao calendário do WEC, com as 6 Horas de São Paulo, é uma grande conquista para o automobilismo brasileiro. A Mais Brasil Esportes sente-se honrada de ter sido escolhida para a grande responsabilidade de ser a promotora do evento. Com o fundamental suporte da CBA os maravilhosos carros que competem em Le Mans, e nos principais autódromos do mundo, poderão ser vistos de perto pelo público brasileiro no icônico autódromo de Interlagos”, completou Carlos Col, CEO da Mais Esportes Brasil e promotor local.

Segundo a Prefeitura de São Paulo, os ingressos para a corrida estarão disponíveis a partir de 1º de outubro de 2023, com preços a partir de R$ 250.

O WEC está no circuito de Sarthe, na França, para a disputa da 91ª edição das 24 Horas de Le Mans, que tem início neste sábado, às 11h. O Brasil será representado por seis pilotos na tradicional prova do automobilismo mundial, Felipe Nasr, da Porsche Penske, Luis Felipe Derani, da Action Express, Pietro Fittipaldi, da JOTA, André Negrão, da Alpine, e Daniel Serra, da Kessel.

“FERRARI E LECLERC SÃO COMO ÓLEO E ÁGUA NA F1 2023” | GP às 10
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias do GP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.