Endurance

Toyota #8 lidera 1-2 e abre na frente trabalhos de pista em treino livre para 24 Horas de Le Mans

Sébastien Buemi registrou o tempo mais rápido do dia em Sarthe ao anotar 3min19s440, com o Toyota TS050 Hybrid LMP1 #8 tendo completado um total de 108 voltas neste domingo. Mike Conway, com o #7, completou a dobradinha japonesa, enquanto o Rebellion #1, pilotado por André Lotterer, terminou 1s8 atrás do líder. Os 62 carros inscritos participaram da sessão

Warm Up / Redação GP, de Sumaré
O Journée Test abriu oficialmente a programação de pista das 24 Horas de Le Mans 2019. Neste domingo (2), os 62 carros inscritos na disputa para o fim de semana de 15 e 16 de junho aceleraram em Sarthe, com os trabalhos divididos em dois períodos. Na frente, o favoritismo deu o tom, e a Toyota liderou com seus dois carros a tabela de tempos no geral e na classe LMP1. Sébastien Buemi, companheiro de Fernando Alonso e Kazuki Nakajima, foi o mais rápido com 3min19s440, 0s809 à frente do Toyota TS050 Hybrid #7, pilotado por Mike Conway e que conta na tripulação também com José María López e Kamui Kobayashi.
 
Dentre todos os carros que foram à pista, apenas os dois LMP1 da Toyota passaram da contagem centenária de voltas: 108 para o #8 e 112 para o #7. O terceiro melhor colocado na sessão foi André Lotterer, com o LMP1 não-híbrido da Rebellion, tripulado também por Bruno Senna e Neel Jani. 
O Toyota TS050 Hybrid #8 de Nakajima, Alonso e Buemi liderou o Journée Test (Foto: Toyota)
O #1, no entanto, ficou 1s883 atrás do melhor tempo do dia. Em seguida, a russa SMP Racing apareceu em quarto com Stoffel Vandoorne, que registrou 350 km/h de velocidade final. Nathanaël Berthon, com o Rebellion R13 #3, fechou o top-5 neste domingo.
 
A classe LMP2 conta com nada menos que 20 inscritos. O mais rápido do dia foi o da Jackie Chan DC Racing. Nono colocado na classificação geral, Ho-Pin Tung cravou 3min28s504, seguido pelo Oreca-Gibson da DragonSpeed pilotado pelo venezuelano Pastor Maldonado. Nicolas Lapierre, da Signatech Alpine Matmut, com o Alpine A470 que tem na tripulação o brasileiro André Negrão, foi o terceiro.
 
Entre os GTs, a liderança no geral e na LMGTE-Pro ficou com Mike Rockenfeller, que marcou 3min54s001 com o Corvette C7.R #63 tripulado também por Antonio García e Jan Magnussen. Em seguida, apareceu o Ford GT #67 da Ganassi, pilotado por Harry Tincknell, com Tommy Milner completando o top-3 com o Corvette #64. Ao todo, são 17 os GTE-Pro em Le Mans. 
 
Na classe LMGTE-Am, melhor para a Ferrari F488 da WeatherTech Racing, com Toni Vilanderao volante para marcar 3min56s862 como melhor tempo. A diferença foi bastante apertada para os dois outros carros do top-3 da categoria: Matthew Griffin, da Clearwater Racing, terminou em segundo, com o veterano ex-F1 Giancarlo Fisichella em terceiro. Os três com Ferrari F488 GTE.
 
A programação das 24 Horas de Le Mans tem prevista, para o próximo domingo, os trabalhos de vistorias técnicas e administrativas. Na quarta-feira, 12, estão previstos uma sessão de treinos livres e a primeira sessão classificatória. Na quinta, mais duas classificações: uma no fim da tarde e outra à noite. No sábado, 15, acontece a largada para uma das mais importantes corridas do ano e a principal do endurance na temporada 2019.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.