Toyota aceita desculpas de piloto que atrapalhou Kobayashi e encerra assunto após derrota nas 24h de Le Mans

Vincent Capillaire só queria parabenizar Kamui Kobayashi pela performance nas 24 Horas de Le Mans, mas causou o abandono do Toyota #7. Mesmo assim, a equipe entendeu que Capillaire não teve qualquer intenção de prejudicar os líderes da corrida

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Um dos momentos mais curiosos das 24 Horas de Le Mans do último fim de semana virou coisa do passado. A Toyota aceitou o pedido de desculpas do piloto Vincent Capillaire – que, sem qualquer intenção, acabou causando o abandono do carro #7, que liderava a corrida de endurance e parecia ter a vitória sob controle.
 
Através de comunicado, a escuderia disse entender que Capillaire não teve a intenção de atrapalhar a corrida dos japoneses.
 
“A Toyota confirma que recebeu um pedido de desculpas de Vincent Capillaire por suas ações nas 24 Horas de Le Mans. Aceitamos plenamente seu pedido de desculpas e compreendemos que seu gesto nunca teve a intenção de causar qualquer consequência negativa para o carro #7. Vamos seguir nossa boa relação com Vincent e consideramos este assunto encerrado”, disse a Toyota.
Líder da prova, o Toyota TS050 #7 abandonou com Kobayashi ao volante (Foto: Reprodução)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Vincent Capillaire, piloto francês da Algarve Pro Racing, vestia um macacão laranja, muito parecido com o que trajavam os fiscais de pista. Em sinal de apoio, Capillaire acenou com um positivo para Kamui Kobayashi, que fazia um pit-stop com o carro #7. O japonês confundiu o gesto do piloto com a autorização de um fiscal de pista e entendeu que já poderia acelerar e deixar o pit-lane.
 
Assim, Kobayashi começou a deixar o pit-lane rumo à pista. Mas a Toyota, via rádio, instruiu o piloto a parar novamente. Toda a sequência contribuiu diretamente para o superaquecimento do sistema de embreagem, que foi a causa do abandono da tripulação do #7 minutos depois.
 
A vitória caiu no colo do Porsche #2, um dos poucos LMP1 que viram a bandeira quadriculada em Sarthe.

NOVA DERROTA EM 2017 MOSTRA QUE TOYOTA E LE MANS SÃO COMO ‘ÁGUA E ÓLEO’

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube