Trio com Dixon, Briscoe e Van der Zande vence 10h de Petit Le Mans. Castroneves é 2º

Um toque entre Ricky Taylor e Pipo Derani nas voltas finais abriu caminho para a vitória do trio da WTR nas 10h de Petit Le Mans. Com o resultado, Renger van der Zander e Ryan Briscoe aumentaram a vantagem na liderança do campeonato

O trio da Wayne Taylor Racing, composto por Renger van der Zande, Ryan Briscoe e Scott Dixon venceu as 10h de Petit Le Mans, em Road Atlanta. Helio Castroneves foi o segundo colocado, junto com os companheiros Ricky Taylor e Alexander Rossi.

Os brasileiros Felipe Nasr e Pipo Derani, que correm com o português Filipe Albuquerque, estiveram próximos da vitória. Após uma tentativa frustrada de assumir a liderança nas paradas de boxes, a chance de vencer era na pista e a ultrapassagem aconteceu na volta 435.

Por isso, a dez voltas do fim, Taylor decidiu recuperar a liderança. Derani tentou segurar na curva 6, mas foi tocado pelo rival, ficando preso na brita. Após a corrida, o brasileiro esbravejou com a manobra.

Pipo Derani em ação durante as 10h de Petit Le Mans (Foto: Brian Cleary)

“Perdi todo respeito que eu tinha pelo Taylor. Infelizmente, perdemos a corrida. Fizemos tudo o que poderíamos. Estávamos liderando a corrida, faltando 10 voltas, e ele me jogou pra fora, numa manobra desesperada para assumir a liderança. Foi um erro dele. Espero que ele durma com isso e pense um pouco, porque hoje ele cometeu um erro”, declarou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
Do Canadá/2007 a Eifel/2020: como Hamilton alcançou Schumacher em número de vitórias

Com a manobra, o carro da WTR, então comandado por Van der Zande, assumiu a liderança para não mais largar e vencer as 10h de Petit Le Mans. Briscoe e Van der Zande ampliaram a vantagem na liderança do SportsCar em 2020. Apesar do toque no fim, Taylor levou o seu Acura para o segundo lugar, ao lado dos companheiros Rossi e Castroneves.

Na categoria GTLM, que possui apenas cinco carros, a vitória ficou com o trio da Porsche de Nick Tandy, Frédérick Makowiecki e Matt Campbell. O brasileiro Augusto Farfus ficou no terceiro lugar. Outro brasileiro na disputa, Matheus Leist ficou apenas na 26ª posição na classificação geral ao lado de Chris Miller e Gabriel Aubry.

A próxima etapa do SportsCar em 2020 será no circuito de Laguna Seca, entre os dias 30 de outubro e 1º de novembro.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube