Desafio Virtual das Estrelas marca estreia de Erick Goldner pela Academia Shell Racing

Erick Goldner, mineiro de 34 anos nascido em Juiz de Fora, fez sua estreia pela Academia Shell Racing como piloto virtual e se uniu a vários nomes de peso, como Rubens Barrichello e Daniel Serra. Felipe Drugovich e Enzo Fittipaldi venceram a terceira o Desafio Virtual das Estrelas na pista de Silverstone. Goldner foi o quinto na segunda corrida

Sem a perspectiva da retomada das corridas em razão da pandemia do novo coronavírus, vários pilotos ao redor do mundo recorrem aos eSports para seguir em atividade, se divertir, entreter e ainda ajudar as muitas vítimas do Covid-19. Dentre os inúmeros exemplos pelo planeta, no Brasil um grid de peso se reúne para disputar o Desafio Virtual das Estrelas. O campeonato, de caráter beneficente e que traz nomes como Rubens Barrichello, Caio Collet, Daniel Serra, Pietro Fittipaldi, Felipe Drugovich e tantos outros, realizou sua terceira etapa nesta última quarta-feira (29) na pista de Silverstone. A rodada dupla marcou a estreia de Erick Goldner, o primeiro piloto virtual da Academia Shell Racing.
 
Aos 34 anos, o mineiro nascido em Juiz de Fora e radicado em Brasília obteve a chance de fazer parte do projeto depois de vencer, em 16 de abril, a Corrida de Estrelas da Porsche Cup, que serviu como seletiva para a Academia Shell Racing escolher seu primeiro piloto virtual. A prova contou com muitos pilotos de vasta experiência no esporte a motor como Felipe Fraga, Sergio Jimenez, Miguel Paludo, Marcos Gomes, Gaetano di Mauro e Guilherme Salas, além de nomes relevantes do automobilismo virtual.
 
Erick venceu a prova e, assim, garantiu a oportunidade de fazer parte da plataforma de esporte a motor da marca, unindo seu nome ao de pilotos como Átila Abreu, Ricardo Zonta, Galid Osman, Gaetano di Mauro e Gianluca Petecof. Goldner vai ter os mesmos atributos dos outros competidores, além de ter o direito de realizar experiências e intercâmbio promovidos pela Shell ao longo do ano.
Erick Goldner é o primeiro piloto virtual da Academia Shell Racing (Foto: Porsche Cup)
Goldner se dedica ao automobilismo virtual desde 2016 e corre os principais campeonatos da plataforma iRacing, que é a base das principais corridas de eSports que estão sendo promovidas por pilotos das pistas reais e virtuais nos últimos tempos.
 
O primeiro desafio de Goldner como piloto virtual da Academia Shell Racing aconteceu na última quarta-feira à noite na disputa da terceira etapa do Desafio Virtual das Estrelas. A pista, escolhida horas antes, foi a de Silverstone, e os pilotos guiaram carros da F3, com acerto fixo para equilibrar a competição. As duas primeiras rodadas foram realizadas nas pistas de Laguna Seca e Spa-Francorchamps.
 
Em meio a um forte grid composto por 37 carros, a rodada dupla teve as vitórias de Felipe Drugovich, na primeira corrida, e de Enzo Fittipaldi, na segunda. Goldner sofreu um acidente na largada da prova inicial, mas conseguiu se recuperar bem após ter caído para 23º e cruzou a linha de chegada na 14ª posição, enquanto Gaetano foi o 21º. Na disputa derradeira da etapa, Erick fez nove ultrapassagens ao longo de 20 minutos de disputa e terminou em quinto, enquanto Di Mauro foi o 24º.
Erick Goldner garantiu um top-5 na sua estreia pela Academia Shell Racing no Desafio das Estrelas (Foto: Shell Racing/Divulgação)
Para Goldner, o resultado geral foi uma surpresa porque sua maior experiência no virtual é com carros de turismo, que exige um estilo de pilotagem bem distinto dos fórmula.
 
“Não esperava conseguir esse quinto lugar em meu primeiro evento nos carros de fórmula. Foi um resultado muito bom, ainda mais por ser meu primeiro evento nesse tipo de carro. Na primeira largada, não deu para fazer muita coisa. Infelizmente, me envolvi no acidente no começo. Já na segunda, consegui escapar e ir arriscando na medida em que me acostumava com o carro. O fórmula é um carro muito bacana de guiar, e estou feliz com minha estreia pela Shell”, disse o piloto virtual.
 
A abertura da Academia Shell Racing para o automobilismo virtual foi destacada por Vicente Sfeir, gerente de patrocínios e motorsport da Raízen, empresa responsável pela marca Shell no Brasil e na Argentina.
 
“A presença da Shell no automobilismo virtual é uma coisa que já vem sendo desenvolvida, porque é uma plataforma que vem crescendo consideravelmente nos últimos anos. O automobilismo virtual é, talvez, a modalidade esportiva mais próxima do real que existe no mundo hoje. Nesse momento de quarentena, os principais pilotos das principais categorias do mundo têm se mantido em atividade por meio dos simuladores de automobilismo”, disse o executivo.
 
“Desde quando a Academia de Pilotos da Shell foi criada, em 2014, a seleção dos seus integrantes sempre foi feita por meritocracia, ou seja: o desejo de proporcionar um plano de carreira para aqueles que têm talento, independente de questões financeiras e comerciais. A partir de agora, vou acompanhar mais de perto o Erick, vencedor da seletiva para piloto virtual da Shell”, completou Vicente Sfeir.
 
A quarta etapa do Desafio Virtual das Estrelas vai ser disputada na próxima quarta-feira. A competição é inspirada no projeto ‘Race for the World’, e os pilotos promovem doações para a campanha ‘Unidos contra Covid-19’, promovida pela Fundação Oswaldo Cruz.

Paddockast #58
COMO SERIA O GRID DA F1 SEM PILOTOS DA F1?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

assine agora