Pulling agradece apoio de Susie Wolff e elogia “ótima exposição” da F1 Academy

Pilota do programa de desenvolvimento da Alpine, Abbi Pulling ainda destacou a importância da presença das equipes de Fórmula 1 na categoria exclusivamente feminina em 2024

Atual líder da temporada 2024 da F1 Academy com 34 pontos de vantagem em relação à segunda colocada, Abbi Pulling rasgou elogios ao trabalho que vem sendo realizado por Susie Wolff na liderança da categoria exclusivamente feminina, e ainda comemorou o apoio recebido pelas pilotas por parte das equipes de Fórmula 1.

Pulling também participou da temporada de estreia da F1 Academy, em 2023, quando terminou o certame na quinta posição. Antes disso, porém, a britânica já havia marcado presença na W Series, que foi realizada entre 2019 e 2022 — embora a temporada 2020 não tenha acontecido por causa da pandemia da Covid-19 —, mas acabou sendo cancelada no ano passado devido à falta de patrocinadores. Foi então que Susie Wolff, esposa de Toto Wolff — chefe da Mercedes na F1 — e diretora da categoria, decidiu criar a classe atual para que as mulheres continuassem recebendo o melhor apoio possível enquanto sobem a escada do automobilismo.

Abbi, por sua vez, não pôde deixar de elogiar o trabalho realizado por Wolff. “Se você tivesse me dito há dez anos que teríamos um campeonato exclusivamente feminino — que serve de apoio à F1, conquista tantas coisas e dá tantas oportunidades —, provavelmente não teria acreditado em você”, disse a jovem da Rodin ao portal neerlandês RacingNews365.

“Mas Susie decidiu fazer algo e criou a F1 Academy, que proporciona uma experiência valiosa para todas e também uma ótima exposição. Para ser sincera, todo apoio é absolutamente incrível”, continuou Pulling. “Susie sabia exatamente do que precisávamos. Ela já esteve em nosso lugar e passou pelas mesmas coisas”, destacou.

Susie Wolff está criando escada para mulheres no automobilismo (Foto: Fórmula E)

Com passagens pela Fórmula Renault, F3 Britânica e DTM, Wolff se aposentou do automobilismo em 2015, logo após passar três anos na função de pilota de desenvolvimento da Williams na F1. Em 2018, ela assumiu a função de chefe de equipe na Fórmula E, quando liderou a Venturi — atual Maserati — até 2021. Após sair da categoria elétrica, Susie começou a trabalhar no projeto da F1 Academy.

“Ela sabia que o tempo de pista e o apoio financeiro são coisas muito importantes. Então, com a participação de todas as equipes de F1, ainda é difícil, na melhor das hipóteses, fazer com que todos concordem com alguma coisa, mas conseguir ter todas com a gente é ótimo”, comemorou Pulling.

Pilota do programa de desenvolvimento da Alpine, Abbi deixou claro que a presença dos times da categoria principal do esporte a motor “está ajudando as meninas a continuarem suas carreiras e a continuarem se desenvolvendo e melhorando, e nos colocando na frente das pessoas certas — são elas que estão nos assistindo”.

“Estou na Alpine, claro, mas é uma grande oportunidade para as outras também entrarem num programa de desenvolvimento com uma equipe de F1”, encerrou Pulling.

F1 Academy retoma suas atividades entre os dias 21 e 23 de junho com a etapa em Barcelona.

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente: Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias do GP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.