F1

2º, Hamilton diz que Bottas “mereceu” vitória e foca em entender falta de ritmo no GP da Austrália

Lewis Hamilton nem questiona muito o resultado do GP da Austrália, onde perdeu a liderança ainda na largada e nunca mais alcançou Valtteri Bottas. Eclipsado pelo finlandês, o britânico tenta entender o que houve de errado com a performance do carro

Grande Prêmio / VITOR FAZIO, de Berlim
Lewis Hamilton não teve resposta ao forte ritmo de Valtteri Bottas. No GP da Austrália deste domingo (17), o britânico perdeu a liderança ainda na largada e depois passou a se distanciar constantemente, precisando se contentar com o segundo lugar. No fim das contas, Hamilton reconhece: Bottas fez um trabalho melhor e é hora de entender o que aconteceu com o rendimento do carro #44 de um dia para outro.
 
“Foi um bom fim de semana para a equipe, então preciso ficar feliz por todos”, disse Hamilton. “Valtteri [Bottas] teve uma corrida incrível hoje e mereceu [a vitória]. É um grande começo de ano e é tudo aquilo que a gente imaginava alcançar enquanto equipe”, continuou.
Lewis Hamilton não conseguiu o melhor ritmo na corrida em Melbourne (Foto: AFP)
Sem resposta ao ritmo de Bottas, que inclusive conquistou a volta mais rápida no Albert Park, Hamilton começou a ficar de olho nos retrovisores. Max Verstappen colocou pressão e chegou a tentar tomar a segunda posição nas últimas voltas.
 
“Eu tinha o Max sob controle atrás de mim”, recordou Hamilton. “Eu tenho uma ideia a respeito do que aconteceu com meu ritmo, mas eu ainda vou precisar analisar isso com meus engenheiros mais tarde. Só preciso treinar e trabalhar pesado para seguir assim e melhorar na próxima vez”, destacou.
 
Com o segundo lugar, Hamilton soma 18 pontos e aparece oito atrás de Bottas, agora com 26. Sebastian Vettel, inicialmente apontado como grande rival do britânico, soma 12 com o quarto lugar.