Hamilton elege Senna e Fangio para equipe dos sonhos, escolhe McLaren Honda MP4/4 e põe Ecclestone como chefe

Lewis Hamilton elegeu sua equipe dos sonhos da F1. A pedido da própria categoria, o britânico escolheu sua dupla de pilotos ideal, o melhor chefe e o maior carro de todos os tempos

Se Bernie Ecclestone foi bastante controverso em suas escolhas para o time dos sonhos na história da F1, Lewis Hamilton preferiu ousar menos. A pedido da própria categoria, o bicampeão do mundo colocou dois grandes campeões da F1 em seus cockpits, colocou um consagrado carro na lista e só chegou a surpreender em sua escolha do chefe da equipe.
 
Declaradamente fã de Ayrton Senna, Hamilton não deixou o tricampeão brasileiro de fora da sua lista. Primeiro piloto selecionado por Hamilton na lista, Senna teve grande carreira na F1. Pela Toleman, foram três pódios na temporada de estreia, já na Lotus, foram três anos com seis vitórias. Na McLaren, nada menos que três títulos mundiais, entrando na conversa para maior piloto de todos os tempos. Senna morreu em um acidente no GP de San Marino em 1994, em sua terceira prova pela Williams.
Lewis Hamilton escolheu sua equipe dos sonhos da F1 (Foto: AP)
O companheiro de Senna na equipe dos sonhos de Hamilton seria outro multicampeão: Juan Manuel Fangio. Pentacampeão do mundo e totalmente dominante em seu tempo, o argentino é mais um que ocupa uma das primeiras colocações nas listas de maiores da história da categoria.
 
No comando dos dois grandes pilotos, Hamilton foi, de certa forma, surpreendente. O britânico optou por Ecclestone, hoje manda-chuva da F1. O chefão da categoria teve bastante sucesso nos tempos de Brabham, nos anos 1970 e 1980.
 
O carro escolhido por Hamilton, por sua vez, não surpreendeu nem um pouco. Também declaradamente fã da McLaren, Hamilton optou pelo MP4/4, carro do time de Woking em 1988, ano em que Senna conquistou seu primeiro título.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube