5 coisas que aprendemos no sábado do GP da Espanha da Fórmula 1 2024

Lando Norris achou a volta da vida para desbancar Max Verstappen da pole do GP da Espanha. A Mercedes cresceu no Q3 e derrotou a Ferrari para ocupar a segunda fila

Lando Norris talvez tenha feito a melhor volta de sua vida neste sábado (22). Foi assim, na magia, que o inglês colocou a McLaren na frente e desbancou um Max Verstappen que parecia imbatível na classificação do GP da Espanha. Ainda assim, inacreditáveis 0s02 separaram os dois.

O que tinha cara de monólogo, assim, transformou-se em dueto, já que as Mercedes e as Ferrari ficaram para trás. Na briga das duas gigantes, melhor para os carros prateados, dominando a segunda fila com Lewis Hamilton e George Russell. Os vermelhos saem logo atrás, com Charles Leclerc na frente de Carlos Sainz.

Pierre Gasly, também em performance fortíssima, deixou a complicada Alpine apenas 0s15 atrás de Hamilton e cravou a sétima posição no grid, dividindo fila com o parceiro Esteban Ocon. Oscar Piastri errou duas vezes no Q3 e parte de nono, com Fernando Alonso em décimo. Sergio Pérez, punido com três posições pelo carro destruído no Canadá, sai de 11º.

O GRANDE PRÊMIO separou cinco coisas que aprendemos no sábado do GP da Espanha, décima etapa da Fórmula 1 2024:

Lando Norris tirou o doce da boca de Max Verstappen na Espanha (Foto: McLaren)

Verstappen, de novo, cresce na hora certa. Mas Norris tinha um plano

Aquela velha história de que Verstappen cresce na hora decisiva e, quando tem as mínimas condições, crava a pole, parecia prontinha para se repetir. Na real, se repetiu. A diferença de hoje na Espanha foi o que Norris fez. O inglês achou volta simplesmente brilhante no zerar do relógio no Q3, ele mesmo admitiu: a volta da vida do rapaz da McLaren. E dá para sonhar com vitória no domingo, sim, mas precisa da largada da vida também. Ritmo, os laranjas tendem a entregar. E é fundamental se quiser desafiar Max pelo título da F1 2024.

Mercedes supera Ferrari e se enfia no bolo

Ali foi tudo muito no detalhe, mas a Mercedes se colocou na frente da Ferrari. Os quatro na mesma casa decimal, é verdade, mas os prateados precisam sair mais contentes porque, diferentemente no Q1 e do Q2, foram fortes desde a primeira tentativa do Q3. Os italianos, que foram avançando de forma mais confortável, viram a rival surpreender. Na corrida, porém, os pneus podem ajudar a Ferrari, mas ambas sonham com mais do que pódio baseadas nas simulações de corrida tão equilibradas que as principais equipes tiveram na sexta-feira.

Mas nem tudo está perdido para Ferrari

A chave para a Ferrari é tirar a Mercedes do caminho na largada ou, no máximo, nas primeiras voltas. Os prateados tendem a sofrer com os pneus e também podem dever um pouquinho no ritmo em um prazo mais longo. E aí entra a necessidade da Ferrari: perder tempo atrás de Russell e Hamilton pode fazer Leclerc e Sainz perderem Norris e Verstappen de vista.

Piastri e Pérez partem para duelo dos desesperados

Se Norris e Verstappen desenham um duelo frenético pela vitória no GP da Espanha, Piastri e Pérez vão para o desespero. É claro que o mexicano vem sendo merecidamente muito mais questionado que o ainda garoto australiano, mas Oscar também precisa mostrar serviço e veio do controverso episódio do rádio no Canadá direto para dois erros no Q3 de hoje. Sergio, punido em Montreal, teve mais uma classificação sofrível. E incrivelmente os dois saem atrás da dupla da Alpine, que até ontem era o pior carro do grid.

Pierre Gasly teve grande performance na classificação da Espanha (Foto: Alpine)

Gasly brilha com Alpine e sacode ordem de forças da ‘F1 B’

Não tem como cravar nada para a corrida, mas a ‘F1 B’ na Espanha, até agora, tem a Alpine como dona. Os franceses, sem atualizações, encontraram alguma mágica no traçado catalão e estão competitivos de verdade. Não que sejam do nível das quatro principais equipes, claro, mas a chance de derrotarem Aston Martin, RB, Haas, Sauber e Williams é bastante viva. E Gasly teve uma performance chocante no Q3, basicamente na mesma pegada de Mercedes e Ferrari.

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL todas as atividades do GP da Espanha de Fórmula 1 e transmite classificação e corrida em segunda tela, em parceria com a Voz do Esporte, na GPTV, o canal do GP no Youtube. Além disso, debate tudo que aconteceu na pista com o Briefing após treinos livres e classificação, além de antes e depois da corrida. No domingo (23), a largada está marcada para as 10h (de Brasília, GMT-3).

Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.