6°, Ocon aplaude reação da Renault na Inglaterra e ritmo forte com pneus duros

Esteban Ocon percebeu que tinha ritmo forte quando conseguiu atacar Lance Stroll. Depois, capitalizando em cima dos furos de pneus dos outros, escalou para sexto no GP da Inglaterra

Esteban Ocon era coadjuvante no GP da Inglaterra, começando com uma classificação média e continuando com uma corrida de pouco brilho nas voltas iniciais. Só que tudo mudou na segunda metade: tirando proveito de uma performance inesperada da Renault com pneus duros, Ocon escalou para sexto neste domingo (2) de “grande satisfação”.

“O carro estava ótimo, especialmente com os pneus duros”, disse Ocon. “Eu percebi que o Lance [Stroll] estava meio lento e pensei que minha chance estava chegando. Cheguei e passei uma Racing Point, que é um carro mais rápido que o nosso desde o começo do ano. Foi uma grande satisfação”, seguiu.

Esteban Ocon saltou para sexto no fim do GP da Inglaterra (Foto: Renault)

Depois de passar Stroll, Ocon seguiu se aproximando de Lando Norris, comprovando o forte ritmo da Racing Point. Não deu tempo para atacar, mas não foi problema: furos alheios ajudaram Esteban a subir para sexto ao fim das 52 voltas.

“Houve muito trabalho desde o último GP, não ficamos felizes com Budapeste. Nós deixamos isso para trás hoje. O que podemos melhorar é a classificação para andar bem na corrida”, encerrou.

O resultado leva Ocon a 12 pontos na temporada de retorno ao grid da F1. O francês é 11° no Mundial de Pilotos após quatro GPs. Com o quarto lugar de Daniel Ricciardo, que agora soma 20 tentos, a Renault fica em quinto no Mundial de Construtores com 32.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube