Alonso aponta melhora em relação a 2017 e vê expectativa irreal em cima da McLaren: “Não sei o que estavam esperando”

Fernando Alonso fez um balanço positivo do início de temporada 2018 e destacou a melhora em relação ao ano passado. Asturiano citou uma expectativa irreal em cima do time de Woking e disse não entender o que as pessoas estavam esperando em um ano onde o regulamento permanece quase o mesmo

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Fernando Alonso acredita que criaram expectativas irreais em cima da McLaren. Depois de três anos difíceis com a Honda, a escuderia de Woking voltou a ser atendida pela Renault em 2018.
 
Nas primeiras duas corridas do ano, a McLaren conseguiu pontuar com os dois carros, mas ainda muito longe das performances de Mercedes, Ferrari ou Red Bull. 
 
Depois de Éric Boullier admitir um início de temporada mais difícil do que o esperado, Alonso procurou colocar panos quentes e lembrou que, depois dos problemas dos últimos anos, era irreal imaginar um salto muito maior.
Fernando Alonso fez uma avaliação positiva do início de trabalho da McLaren em 2018 (Foto: McLaren)

"Eu não sei exatamente o que as pessoas estavam esperando de uma temporada para a outra se o regulamento permanece o mesmo”, disse Alonso. “Tinham três times à frente de todos no ano passado e, neste ano, eles permanecem à frente”, seguiu.

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“No ano passado, nós não pontuamos em três corridas. Ano passado, Stoffel [Vandoorne] nem mesmo largou no Bahrein, então este ano, nas duas corridas, nós dois vimos a bandeira quadriculada e estamos em terceiro no Mundial de Construtores”, lembrou. “Se olharmos para os fatos, não para sensações ou desejos ou sonhos, se olharmos os fatos, foi um início muito bom”, avaliou.
 
Alonso, que tem como melhor resultado neste ano um quinto lugar, ressaltou que a McLaren teve uma temporada livre de falhas até aqui.
 
“Nós não tivemos nenhum problema mecânico ou operacional e acho que somos o único time, não”, questionou. “Com [problemas] de pit-stop da Ferrari, da Haas e os abandonos da Red Bull”, listou. 
 
“Acho que só tem um time que passou sem nenhum problema nos dois fins de semanas, e é a McLaren, porque até mesmo a Mercedes teve de mudar câmbio já algumas vezes. Só a McLaren”, sublinhou. “Isso pode mudar muito rapidamente, infelizmente, mas acho que, até aqui, o início da temporada foi muito positivo. Mas eu entendo que as expectativas sejam sempre difíceis de atender, assim como uma potencial luta pelo campeonato”, seguiu,
 
Companheiro do asturiano, Stoffel Vandoorne também fez uma avaliação positiva da temporada e considerou que a McLaren está justamente onde ele esperava.
 
“Em termos de ritmo de verdade, talvez estivéssemos esperando um pouco mais, mas, na verdade, provavelmente é meio que onde estávamos esperando. Em termos de performance do carro, do manejo do carro, em termos de sensações, estou bem 100% onde esperava estar”, garantiu.
 
“Nós agora teremos algumas corridas onde receberemos algumas atualizações, algumas partes bem substanciais, e, é, esperamos que isso traga mais performance para o carro”, concluiu.

#GALERIA(8350)
 
”O IMPORTANTE NÃO É SÓ LEVAR DINHEIRO”

SETTE CÂMARA TRAÇA F1 COMO META E MIRA CARREIRA SÓLIDA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube