Alonso e Button pregam otimismo, mas dizem que GP da Áustria será desafiador para carro da McLaren

Fernando Alonso e Jenson Button entendem que a McLaren, apesar do decepcionante duplo abandono no último GP do Canadá, vem conseguindo mostrar progressos. Mas apesar do otimismo quanto à expectativa pela melhora de performance do MP4-30, a dupla acredita que o fim de semana do GP da Áustria será complicado. A opinião dos pilotos foi endossada por Éric Boullier

A McLaren parte para a oitava etapa do Mundial de F1 em busca de recuperação depois de um fracasso retumbante no GP do Canadá. Em Montreal, Fernando Alonso e Jenson Button amargaram um fim de semana difícil e tiveram de abandonar a prova. Para o GP da Áustria, oitava etapa da temporada 2015, no próximo domingo (21), a dupla procura mostrar otimismo ao citar os pequenos avanços feitos tanto pela McLaren quanto pela Honda no desenvolvimento do conjunto chassi-motor. Contudo, os pilotos entendem que as características do Red Bull Ring, semelhantes a Montreal, não devem ser favoráveis ao pacote do MP4-30.

“A corrida de Montreal foi difícil para toda a equipe”, disse Alonso em prévia publicada pelo site oficial da McLaren nesta quarta-feira. “Esperávamos uma prova dura levando em conta as características do circuito, mas obviamente que o duplo abandono foi muito decepcionante. Contudo, por mais que as coisas não tenham saído como planejado no fim de semana, nós não nos damos por vencidos”, afirmou o piloto, que já jogou a toalha sobre 2015 ao sugerir que o time de Woking foque seus trabalhos na próxima temporada.

De qualquer forma, Fernando procura enxergar o lado positivo das coisas. “Seguimos vendo um grande progresso a cada fim de semana e esperamos que na Áustria seja o mesmo. Nosso objetivo mais importante é a confiabilidade para podermos estar o maior tempo possível na pista com o objetivo de introduzir todas as melhorias que pudermos.”

Fernando Alonso prega otimismo, mas sabe que não terá vida fácil na Áustria (Foto: AP)

“Trata-se de um circuito muito físico, com quatro curvas largas e rápidas, e com fortes freadas nas curvas, de modo que isso será um desafio para nosso pacote. É uma pista muito interessante do ponto de vista de pilotagem”, destacou o bicampeão do mundo.

Na visão de Button, o GP do Canadá já é passado. “Nos recuperamos de Montreal e já estamos seguindo em frente rumo ao nosso próximo desafio. Como equipe, nós medimos principalmente sobre como terminamos o domingo à tarde, algo que não leva em conta o progresso que temos feito nos bastidores ou durante os treinos livres e a classificação, nos dias prévios à corrida, com a qual às vezes é difícil encontrar aspectos positivos depois de um fim de semana complicado”, afirmou o experiente piloto britânico.

“Há uma fé enorme dentro da equipe e seguimos acelerando o processo de desenvolvimento em cada área desde Woking a Sakura”, destacou o campeão mundial em 2009, ciente de que enfrentará outro fim de semana complicado. “Em teoria, a Áustria não se adequa bem às características do nosso carro, mas quero muito fazer uma boa corrida ali e de acelerar para evoluir cada vez mais a cada sessão”, complementou.

Diretor esportivo da McLaren, Éric Boullier seguiu o mesmo discurso dos seus pilotos: salientou os pequenos avanços do time apesar do desempenho ruim no Canadá, mas ressaltou que espera por uma jornada difícil em Spielberg.

“Não podemos negar que o abandono dos dois carros em Montreal foi um duro golpe, porém, sem abaixar a cabeça, voltamos nosso foco para a Áustria. É preciso recordar que, apesar da decepção da última corrida, seguimos aprendendo e melhorando, então não temos de ficar muito desanimados, ao contrário. Temos de seguir firmemente concentrados no caminho que temos pela frente”, declarou o engenheiro francês.

“Será outro fim de semana complicado, uma vez que o circuito conta com fortes frenagens depois de alcançar altas velocidades, são características similares às de Montreal em termos de frenagem e aceleração”, concluiu.

VIU ESSA? NELSINHO PIQUET É ACERTADO POR RIVAL EM ESTREIA NA INDY

determinarTipoPlayer(“15505433”, “2”, “0”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube