Alonso mostra empolgação com fase recente da McLaren, foca em deixar azar para trás e garante: “Temos ritmo no carro”

A melhora significativa da McLaren nesta fase asiática da temporada deixa Fernando Alonso confiante no potencial do MCL32 para o fim de semana do GP do Japão. Tudo o que o bicampeão sonha é em deixar o azar no passado para voltar a somar pontos. Pontos que vieram, em Singapura e na Malásia, com Stoffel Vandoorne, que comemora: “Ter dois resultados fortes consecutivos é alentador”

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A boa fase exibida recentemente pela McLaren nos GPs de Singapura, onde já era esperado, e da Malásia, sendo uma grata surpresa, encoraja Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne para o fim de semana do GP do Japão. Em Suzuka, circuito onde o motor é bastante exigido por conta das configurações únicas do traçado, o bicampeão do mundo deixou o habitual discurso pessimista e se mostrou muito mais animado com o que o MCL32 pode entregar. Tudo para poder alcançar novamente um bom resultado e comemorar com os fãs japoneses.

 
Alonso sempre se mostrou um grande fã do Japão e, sempre que pode, vai a Tóquio. No último fim de semana, pouco depois de ter finalizado o GP da Malásia, Fernando já embarcou para a capital japonesa para aproveitar todo o tempo possível antes dos compromissos marcados ao longo da semana. Suzuka também é uma das pistas preferidas do bicampeão do mundo.
 
“Definitivamente, Suzuka é uma das minhas pistas preferidas no calendário e, junto com muitos dos outros pilotos, sempre fico ansioso para correr no Japão a cada ano. É uma das pistas clássicas, e seu layout é completamente único. Tem um pouco de tudo, é exigente, rápida e um grande desafio para o piloto e os engenheiros, de modo que é um circuito perfeito para competidores”, comentou o piloto em prévia divulgada pela McLaren nesta terça-feira (3).
Fernando Alonso está confiante em dar a volta por cima no GP do Japão (Foto: McLaren)
“É uma corrida importante para nós levando em conta nossas conexões com o Japão e, para mim, é um lugar especial. Sempre achei a cultura japonesa fascinante, e é incrível o apoio dos fãs, que tornam cada fim de semana aqui um dos mais empolgantes e loucos da temporada. Sempre tento aproveitar o máximo possível nosso tempo aqui, fazendo algumas viagens a lugares de visita obrigatória em Tóquio e sentir este lugar incrível”, destacou.
 
Fernando só lamentou o azar que lhe tirou a chance de somar bons pontos, sobretudo em Singapura, onde foi uma das vítimas do acidente que teve Kimi Räikkönen, Max Verstappen e Sebastian Vettel como protagonistas. Em Sepang, o espanhol de 36 anos teve mais dificuldades que Vandoorne e cruzou a linha de chegada em 11º. Mas o piloto quer aproveitar a boa fase do belga para voltar a somar pontos no Mundial. Confiança no carro da McLaren, Alonso agora tem de sobra.
Stoffel Vandoorne somou 12 pontos nas duas últimas corridas do campeonato (Foto: McLaren)
“Tive algumas corridas recentes bem complicadas, de modo que estou ansioso para voltar à pista e trabalhar com meus engenheiros para dar a volta por cima. Sinto definitivamente que temos ritmo no carro, e Stoffel conseguiu demonstrar do que o carro é capaz, mas o azar e a luta no tráfego significou que não conseguimos marcar pontos que queríamos, isso da minha parte. Nós dois vamos trabalhar duro para o contingente japonês da nossa equipe, nossos patrocinadores e, claro, para nossos fãs, e espero que possamos finalmente demonstrar o progresso que estamos fazendo com nosso carro”, afirmou o bicampeão.

Vandoorne, por sua vez, só pensa em manter a boa fase depois dos 12 pontos somados nas duas últimas provas, sendo sétimo lugar em Singapura e também em Sepang. “Para mim, Singapura e a Malásia foram um verdadeiro impulso, já que conseguimos estar a pleno em cada sessão e maximizamos tudo o que tínhamos disponível em nosso pacote. Sabemos que tínhamos potencial durante toda a temporada, mas, por um motivo ou outro, não conseguimos demonstrá-lo, de modo que ter dois resultados seguidos fortes é alentador, e desde já estou querendo ver como vai ser no Japão”.
TORO ROSSO DEMOROU DEMAIS

REBAIXAMENTO SEGUIDO DE AFASTAMENTO DE KVYAT É TUDO, MENOS INJUSTO  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube