Alonso põe tricampeonato como prioridade e adia nova participação na Indy 500 para temporada 2019

Fernando Alonso ainda quer vencer em Indianápolis, mas isso só vai acontecer em 2019. Por enquanto, o espanhol tem a F1 como prioridade e, mais que isso, a conquista do tricampeonato. Ainda assim, o piloto espera ter a chance de correr em Le Mans

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Em mais uma prova de que a busca pela Tríplice Coroa do automobilismo é a principal meta da carreira, Fernando Alonso disse que as 500 Milhas de Indianápolis ainda estão em seus planos, mas não para 2018. O espanhol afirmou que a disputa pela vitória na maior importante corrida da Indy pode ser retomada no ano que vem. Por enquanto, a prioridade é a conquista do tricampeonato da F1.

 
Em 2017, o bicampeão do mundo decidiu abrir mão do GP de Mônaco, corrida que venceu em duas oportunidades, para competir no IMS. A presença de Alonso ganhou bastante notoriedade. Correndo dentro de parceria entre a McLaren e a Andretti, Fernando largou da quinta colocação, chegou a liderar a prova, mas acabou abandonando já no fim por uma falha de motor. 
Fernando Alonso disputa as 24h de Daytona no fim do mês (Foto: Reprodução/Twitter)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Agora, o asturiano optou por tentar as corridas de endurance, visando uma possível participação nas 24h de Le Mans. E a preparação começa com a disputa das 24h de Daytona. E foi lá no lendário autódromo da Flórida que Alonso revelou seus planos para o futuro.

 
"O meu principal foco e prioridade é a F1, na tentativa de ganhar um terceiro campeonato do mundo", disse o piloto de 36 anos aos jornalistas. "Acho que, neste ano, com a McLaren temos uma boa oportunidade de mostrar o quão boa é a equipe com o motor da Renault. Acredito que vamos disputar resultados melhores. E essa é a meta", completou.
 
"Mas correr em alguns eventos icônicos, desde que não atrapalhem a temporada da F1, também é o plano", acrescentou. "Depois das 24h de Daytona, vou ter uma compreensão melhor desses campeonatos. A Tríplice Coroa ainda é o alvo, então se puder correr em Le Mans, será ótimo. E espero que, no ano seguinte, a Indy 500 possa estar nos planos de novo", concluiu Fernando.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube