Ansioso por “sábado intenso”, Rosberg minimiza acidente no TL2 e diz que “apenas acelerou demais”

Nico Rosberg admitiu que “acelerou demais” e que isso causou a batida que o tirou do segundo treino livre em Melbourne, nesta sexta-feira (8). O alemão teve de acompanhar dos boxes a sessão. Ainda assim, o piloto se disse ansioso pelo sábado e pela estreia do formato de classificação da F1

Nico Rosberg não escondeu a frustração pelo erro cometido durante o segundo treino livre da F1 em Melbourne, nesta sexta-feira (18), quando perdeu o carro na saída da curva 8 e foi parar no muro de proteção, danificando a nova asa dianteira da Mercedes. Por conta do incidente, o alemão teve de acompanhar as atividades da garagem da equipe prateada, de onde viu o companheiro de equipe Lewis Hamilton liderar o dia.
 
Ainda que tenha minimizado os efeitos da batida, Rosberg disse que o dano é maior do que se esperava. "Não foi tão pouco, infelizmente", disse aos jornalistas. "Eu apenas acelerei demais e perdi o carro. Mas foi bom para mim que a pista não secou depois, porque aí todos poderiam ter aproveitado mais", completou.
Nico Rosberg bateu de frente sua Mercedes no segundo treino em Melbourne (Foto: Reprodução)
A esquadra chefiada por Toto Wolff levou três asas dianteiras, que foram testadas em Barcelona. A primeira avaliação seria feita no treino inicial, mas a chuva impediu. À tarde, Nico acabou batendo e danificando a peça. 
 
De qualquer forma, o vice-campeão das duas últimas temporadas se mostrou ansioso mesmo pelo sábado, quando a F1 finalmente vai estrear o novo sistema de classificação. "Sábado vai ser um grande dia", falou o piloto, também dizendo que a Mercedes não deve enfrentar qualquer problema por usa os pneus supermacios pela primeira vez neste ano. 
 
"Amanhã, o dia será intenso, será emocionante andar com os supermacios e atacar. Não acho que teremos qualquer desvantagem, principalmente porque esta é uma pista bem diferente", avaliou o filho de Keke.
VEJA A EDIÇÃO #20 DO PADDOCK GP, QUE ABORDA F1, MOTOGP, INDY E F-E

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube