Após 1º dia de treinos em Sepang, Pirelli aponta diferença de cerca de 1s entre pneus duros e médios

Depois do primeiro dia de treinos na Malásia, a Pirelli, fornecedora única dos pneus da F1, indicou uma diferença de cerca de 1s no desempenho dos compostos duros e médios

A cobertura completa do GP da Malásia no GRANDE PRÊMIO
As imagens da sexta-feira da F1 na Malásia
icone_TV Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

Os trabalhos para o GP da Malásia de F1 começaram nesta sexta-feira (28) em Sepang com o primeiro dia de treinos livres. Após duas sessões no forte calor malaio, quando a temperatura da pista chegou a 49°C, Paul Hembery, diretor da Pirelli, comentou que, assim como aconteceu em Melbourne, os pneus desenvolvidos para 2014 deixaram menos farelo na pista.
Hembery ressaltou alta chance de chuva na Malásia (Foto: Getty Images)
“Assim como aconteceu na Austrália, vimos menos farelo de borracha na pista, mas o que foi surpreendente foi a aderência que encontramos no circuito no primeiro treino livre, com muita borracha não-F1 já depositada na pista”, comentou. “A superfície limpou consideravelmente para o segundo treino, o que nos permitiu uma leitura mais representativa das condições da pista”, continuou. 
 
“Nós vimos uma diferença de performance de 1s e 1s2 entre os compostos duros e médios, o que deve permanecer consistente se as temperaturas continuarem altas”, ponderou. 
 
Ainda, Hembery avaliou que, uma vez que os carros ainda estão em estágio inicial de desenvolvimento, é preciso analisar com cuidado os dados coletados nesta sexta antes de traçar a estratégia para a corrida.
 
“Mas nós ainda estamos em um estágio inicial do desenvolvimento dos carros, então, para todos, será uma questão de analisar cuidadosamente as informações que foram obtidas hoje na hora de formular a estratégia”, falou. “Pode chover a qualquer momento na Malásia e este é outro fator a ser considerado na preparação para a corrida”, concluiu.

'TOP GEAR BARBADOS' com LEWIS HAMILTON e o GRANDE PRÊMIO

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube