Após acerto de Hülkenberg, Pérez afirma que prioridade é definir permanência na Force India

Sergio Pérez quer acertar oficialmente sua permanência na Force India, que já confirmou o acordo com Nico Hülkenberg. Pérez, que chegou no time indiano após experiência frustrada na McLaren, quer repetir o que fez na Sauber em 2011 e 2012

Um dia após a Force India anunciar que Nico Hülkenberg vai seguir com a equipe em 2015, Sergio Pérez disse que sua principal meta no momento também é finalizar o acordo com a equipe para seguir a dupla com Nico no próximo ano. 
 
Aos 24 anos, Pérez está na 11ª colocação do campeonato com 47 pontos marcados, apenas dois a menos do que conseguiu guiando a McLaren no ano passado. Foi com ele, no Bahrein, que a Force India conquistou o único pódio do ano.
 
"Eu quero acertar minha situação. Estamos nos aproximando do fim do ano, e acho que na próxima semana nós saberemos. Definir o acerto é minha prioridade. A única oportunidade que eu tive de me estabelecer numa equipe foi na Sauber, em 2012. Quero fazer o mesmo aqui", disse.
Sergio Perez quer ficar com a Force India (Foto: Getty Images)
Acertando sua permanência, Pérez terá de lidar com um novo engenheiro, já que o atual, Gianpiero Lambiase, está de malas prontas para a Red Bull.
 
"Eu fiz um progresso bom com o time, ainda que eu tinha perdido meu engenheiro para o ano que vem. Sempre é ruim quando você perde um engenheiro com quem construiu uma relação, mas creio que tenho experiência o bastante para trabalhar com todos. Também tenho informação sobre o que está acontecendo e como o time trabalha, o que me ajuda a estar forte para o ano que vem", concluiu. 
 
A F1 volta às pistas em duas semanas, em 2 de novembro, para o GP dos Estados Unidos, em Austin.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube