Após discussão nos EUA, Massa se reconcilia com Alonso com bronca: “Você foi um filho da puta, mas eu gosto de você”

Felipe Massa admitiu que chegou a discutir com Fernando Alonso após o fim do GP dos EUA, quando o espanhol ultrapassou na marra seu ex-companheiro de equipe. Uma semana depois, pouco antes do GP do México, os dois pilotos se reconciliaram: “Pela frente, ele sempre foi um cara bacana”

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Perto do fim da sua carreira como piloto de F1, Felipe Massa não se furtou a falar de um dos seus companheiros de equipe mais marcantes: Fernando Alonso. Entre 2010 e 2013, Massa e Alonso dividiram os boxes da Ferrari e foram protagonistas de polêmicas, como a frase histórica “Felipe, Fernando está mais rápido que você”, proferida por Rob Smedley, seu engenheiro à época, num recado para o piloto abrir passagem ao espanhol no GP da Alemanha de 2010.
 
Antes, porém, em 2007, quando Felipe já estava na Ferrari e Alonso lutava pelo tricampeonato em seu primeiro ano correndo pela McLaren, os dois discutiram asperamente antes do pódio do GP da Europa, em Nürburgring, na Alemanha. Quase dez anos depois, uma nova discussão entre os pilotos ocorreu, desta vez, ao fim do GP dos EUA, em Austin. Massa não concordou com a manobra de Alonso, que ultrapassou o brasileiro na marra ao fim daquela corrida.

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Alonso e Massa formaram uma marcante dupla entre 2010 e 2013 na Ferrari (Foto: Reprodução)
Em entrevista ao programa ‘Fox Nitro’, exibido pelo canal Fox Sports no começo desta terça-feira (8), o piloto da Williams contou tinha certeza de que o rival seria punido. "Mas os comissários estavam dormindo aquele dia", bufou Felipe. Antes, Massa chegou a escrever que Alonso tinha muitos amigos dentre os comissários, daí a sua absolvição da manobra feita ao passar o brasileiro em Austin.
 
Com a decisão, Massa saiu "puto" e percebeu que Alonso não quis sair com ele. Na semana seguinte, a corrida era no México. Os dois voltaram a se encontrar durante a execução do hino nacional. "O meu lugar era bem do lado dele", contou, percebendo que Fernando estava "muito sem jeito". 
 
Alonso, então, resolveu dar um abraço como forma de reconciliação. A reação de Massa foi um soltar um palavrão. "Você foi um filho duma…, mas eu gosto de você", disse o piloto, que emendou ao falar que “pela frente, ele sempre foi um cara bacana”. Ainda ao 'Fox Sports Nitro', Massa recordou o episódio do GP da Europa e revelou outro desdobramento da discussão com Alonso, a do 'va cagare'. "A imagem não mostrou, mas mandei também o Ron Dennis".
 
Neste fim de semana, Massa e Alonso voltarão a se encontrar nas pistas. Desta vez, em um GP dos mais especiais da carreira de Felipe, que vai disputar o GP do Brasil pela última vez. O GRANDE PRÊMIO, com grande equipe, acompanha ‘in loco’ a 20ª e penúltima etapa do campeonato, que pode definir o campeão da temporada 2016 do Mundial de F1.
 
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube