Após exclusão de Ricciardo, Red Bull argumenta que opinião de Whiting “não tem valor regulamentar”

Chefe da Red Bull, Christian Horner defendeu time após desclassificação de Daniel Ricciardo e afirmou que as diretrizes técnicas da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) não tem valor regulamentar

O GP da Malásia de F1 acontece neste fim de semana, mas os acontecimentos da prova da Austrália ainda não ficaram para trás. Falando à revista britânica ‘Autosport’, Christian Horner, chefe da Red Bull, apresentou a defesa do time ao recorrer da desclassificação de Daniel Ricciardo da prova de Melbourne.
 
Segundo colocado no GP da Austrália, o piloto foi desclassificado por conta de uma irregularidade com o fluxo de combustível do RB10. A direção de prova alertou o time da irregularidade durante a corrida, mas, alegando que tinha um sensor defeituoso, a escuderia dos energéticos optou por não fazer alterações no carro.
Horner espera que desclassificação de Ricciardo seja revertida (Foto: Paul Gilham/Getty Images)
De acordo com o chefe do time “as diretivas técnicas não tem valor regulamentar”. “Elas são a opinião do delegado técnico – como ficou claro no caso da Pirelli [com o teste secreto da Mercedes], que afirmou claramente que as opiniões de Charlie não são regulamentares”, afirmou Christian. 
 
“Nossa posição é o que foi na corrida: nós acreditamos e achamos que vamos conseguir mostrar na nossa apelação, que nós cumprimos integralmente o regulamento técnico – 5.1.4 – para ser claro.”
 
Questionado sobre o efeito de seguir o que era indicado pelo sensor, Horner respondeu: “Teria um impacto significativo na performance”, afirmou. “Quando você se vê no dilema de ter um sensor que acredita estar errado e um coletor de combustível que acredita ser completamente confiável, e brigando por posição com um motor que já tem menor potência que o dos rivais, o que você faz?”, questionou.
 
“Você acredita na informação não confiável que te dão?”, perguntou. “Nós estamos absolutamente convencidos de que respeitamos completamente o regulamento técnico”, reforçou Horner.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar