Aston Martin alivia e diz que Stroll foi “vítima inocente” de erro de Latifi em Austin

O chefe da Aston Martin, Otmar Szafnauer, afirmou que Lance Stroll não teve como se recuperar em Austin após ser acertado por Nicholas Latifi

F1: VERSTAPPEN SEGURA HAMILTON NO BRAÇO, VENCE NOS EUA E DÁ PASSO PARA TÍTULO | Paddock GP #262

O fim de semana do GP dos Estados Unidos foi complicado para Lance Stroll. Apesar da Aston Martin apontar bom ritmo na comparação com as rivais próximas Alpine e AlphaTauri, Stroll classificou mal, foi eliminado no Q1, e teve a corrida estragada logo na largada. Mas a Aston Martin deu o benefício da dúvida e um passe livre público ao canadense.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Segundo Otmar Szafnauer, chefe da equipe, Stroll foi apenas vítima de um erro de Nicholas Latifi, da Williams, que rodou logo na primeira curva e abalroou o carro verde.

Stroll teve danos na asa dianteira, mas o time optou por mantê-lo na pista para não perder muito tempo. O rendimento, entretanto, ficou comprometido.

“[Foi] vítima inocente de uma rodada desastrada na primeira curva da volta de abertura. Daí em diante, passou os dois carros da Haas na segunda volta, mas nunca ia recuperar uma posição de marcar pontos. Fez o melhor e terminou em 12º”, disse Szafnauer.

Lance Stroll pelo menos conseguiu a marca do speed trap em Austin (Foto: Aston Martin)

O piloto da Williams também tentou explicar o que aconteceu. Segundo Nicholas, canadense como Stroll, o carro da Williams acabou ficando preso no meio do pelotão. Latifi também teve danos no carro e foi ao pit-stop imediatamente.

“Foi um dia bem decepcionante, tudo caiu por terra na largada, com o incidente. Fui ensanduichado entre os dois carros quando a Haas ficou por dentro. Já não dava mais para sair daquela situação. Então, contato e danificou minha asa dianteira e tive de reparar para fazer dois stints que, mesmo assim, ficaram longe do ideal”, afirmou.

Mesmo sem Stroll, que terminou na 12ª colocação, a Aston Martin foi aos pontos com Sebastian Vettel, em décimo. Vettel, é bom lembrar, largou na 18ª posição após uma punição por trocar toda a unidade motriz.

A F1 segue em duas semanas, entre 5 e 7 de novembro, com o GP do México.

Paddockast #126: F1 anuncia calendário recorde para 2022. Aonde isso vai parar?

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar