Futura Aston Martin prevê outro patamar com Vettel: “Vai nos ajudar a melhorar”

Otmar Szafnauer, que comanda a equipe que ainda atende pelo nome de Racing Point, já sonha com um futuro promissor sob a marca da montadora britânica e a chegada do tetracampeão em 2021

A badalada contratação de Sebastian Vettel para substituir Sergio Pérez e pilotar pela Aston Martin a partir da próxima temporada já mexe com os ânimos da atual Racing Point. A expectativa dentro da equipe de Silverstone é de uma mudança de nível com a chegada do tetracampeão em 2021. Otmar Szafnauer, dirigente de origem romena e que comanda o time desde quando Lawrence Stroll comprou a então Force India, em 2018, não esconde a ansiedade para trabalhar com o alemão de 33 anos, que caminha para sua despedida da Ferrari.

Em entrevista veiculada pelo site da própria Racing Point nesta segunda-feira (21), Szafnauer falou sobre os motivos para a contratação de Vettel. O que, em contrapartida, resultou na saída de Pérez, que faz parte da organização de Silverstone (desde quando se chamava Force India) desde 2014 e que ajudou a manter os empregos de mais de 400 funcionários durante o período de incerteza e quase falência da equipe antes da aquisição por parte do consórcio liderado por Stroll.

“Já vínhamos falando com ele há algum tempo, e a decisão final foi tomada pouco antes do anúncio. Não foi uma decisão fácil porque ‘Checo’ nos atendeu bem. Ele é um grande piloto, rápido e nos dá segurança no domingo [de corrida]. Acho que é um elogio para ‘Checo’ termos levando tanto tempo sobre se deveríamos ter um tetracampeão, com toda a experiência que Seb traz, ou ficar com ‘Checo’”, explicou.

OTMAR SZAFNAUER; SEBASTIAN VETTEL;
Otmar Szafnauer prometeu que não vai faltar amor a Sebastian Vettel na Aston Martin (Foto: Twitter)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“No fim das contas, com a Aston Martin voltando ao esporte, acho que é a decisão certa ter a experiência que Seb pode trazer, a experiência de pilotar e trabalhar por uma equipe de ponta. É isso o que a Aston Martin aspira ser”, disse Szafnauer.

A expectativa com a vinda de Vettel é a de que a futura Aston Martin assuma um patamar mais acima no Mundial de Fórmula 1.

“Ele vai elevar a equipe a um nível diferente e tenho certeza de que vão ser mil pequenas coisas em que ele vai nos ajudar a melhorar, coisas que podem nos levar a um outro nível. Acho que ele vai trazer consigo uma ética de trabalho de um campeão do mundo, e é isso o que todos nós queremos aprender”, salientou.

O chefe da Racing Point também justificou a chegada de Vettel como um ponto de referência e experiência para o jovem Lance Stroll. O filho do dono da equipe está na sua quarta temporada na Fórmula 1 e tem somente 21 anos (completa 22 em 29 de outubro). “Todo mundo vai ter de melhorar, e ele vai ser um grande mentor para Lance também. Ele ainda é relativamente jovem e muito rápido, e é ótimo para Lance aprender com um tetracampeão”.

Ao abordar a saída de Pérez, Szafnauer reconheceu atributos importantes no piloto mexicano de 30 anos, mas também admitiu que, entre Pérez e Vettel, não teve dúvidas em optar pelo atual competidor da Ferrari.

“Vai ser difícil [ver Pérez sair]. ‘Checo’ é um cara legal, um grande piloto que nos serviu bem ao longo dos anos. Ele é ótimo aos domingos e ficou mais rápido com seu ritmo de volta lançada nos sábados. Ele também sempre foi bastante confiável. Ele é um verdadeiro profissional, e estamos ansiosos para as corridas que faltam com ‘Checo’. Esperamos que ele possa sair em alta”, comentou.

“Mas quando um tetracampeão mundial como Sebastian fica disponível, isso não acontece todos os dias ou todos os anos, então tivemos de considerar nossas opções profundamente. Temos aspirações de fazer a equipe avançar e estamos trabalhando duro em Silverstone para investir em todas as áreas da equipe para colocar a infraestrutura e os recursos onde eles precisam estar”, acrescentou Otmar.

O pacote que chega com Vettel, dono de histórico vencedor, títulos mundiais e experiência na Fórmula 1 desde 2007, é visto como fundamental por Szafnauer para a futura Aston Martin dar alguns passos adiante e virar verdadeiramente uma equipe sólida no grid. “Com Sebastian, sei o que ele vai trazer de forma enorme para a equipe. São todas as experiências adquiridas ao conquistar quatro títulos e vencer 53 corridas. E nós queremos aprender com isso”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube