Barcelona tem Pérez decepcionante, Ricciardo em evolução e piti de Tsunoda

Foi um GP da Espanha bom para Lewis Hamilton e Daniel Ricciardo, mas ruim para Yuki Tsunoda e Sergio Pérez. Eduardo Benvenuti, o BRKsEDU, refletiu sobre tudo que rolou em Barcelona

Hamilton pega Verstappen na tática e vence: assista aos melhores momentos do GP da Espanha (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

A temporada de 2021 da Formula 1 está excelente. O GP da Espanha do último fim de semana provou isso novamente: apesar de Barcelona não ser uma pista que favorece ultrapassagens, a corrida teve bastante ação do início ao fim com briga acirrada entre Lewis Hamilton e Max Verstappen. Na minha opinião, os destaques foram:

– Hamilton brilhando mais uma vez! Apesar de perder a primeira posição na largada, o heptacampeão teve cuidado e paciência quando estava atrás de Verstappen, fazendo uma corrida livre de erros. Deu para fazer uma segunda parada nos boxes, já que Sergio Pérez não estava perto o suficiente para incomodar a Mercedes, e partir para a vitória.

– Pérez teve um fim de semana fraco. Foi mal na classificação, aparentemente em função de problemas no ombro e até mesmo de tontura. E isso estragou sua corrida, já que é muito difícil ultrapassar na pista espanhola. Possivelmente foi isso que tirou de Verstappen a vitória, já que, se o mexicano estivesse próximo das Mercedes, Hamilton não teria a oportunidade da segunda parada nos boxes para trocar pneus.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Lewis Hamilton festeja grande vitória no GP da Espanha (Foto: AFP)

– Verstappen de novo foi muito forte tanto na classificação quanto na corrida, e realmente creio que em 2021 tem sua chance de ser campeão do mundo. Está próximo de Hamilton na pontuação do campeonato (14 pontos atrás), e a Red Bull tem um histórico positivo de desenvolvimento do carro ao longo das temporada.

Fernando Alonso continua me decepcionando. Eu botava fé de que ele iria destruir Esteban Ocon, que considero mediano, logo de cara. Mas quem está andando na frente é Ocon. Espero que Alonso volte ao patamar que tinha em sua primeira passagem pela F1, já que ele foi um dos grandes gênios do automobilismo e é incrível vê-lo performando em seu auge.

Daniel Ricciardo finalmente teve um fim de semana forte. A McLaren vem evoluindo bem nos últimos anos, e Ricciardo é um dos maiores talentos da F1 atual. Como fã da categoria, fico feliz de ver um piloto tão bom voltando ao seu alto nível.

Mick Schumacher continua destroçando seu péssimo companheiro de equipe, Nikita Mazepin.

Daniel Ricciardo conseguiu um belo resultado e derrotou Lando Norris (Foto: McLaren)

– A Ferrari melhorou bastante em 2021, e tanto Carlos Sainz quanto Charles Leclerc têm feito boas classificações. Porém, é notável que Leclerc ainda está um nível acima de Sainz em ritmo de corrida. Mal vejo a hora de ver o monegasco num carro com potencial de brigar por vitórias.

– Não entendo como há tanta positividade em relação a Yuki Tsunoda. O japonês definitivamente tem potencial como piloto, mas suas atitudes são exageradas e podem até ser destrutivas. Após a classificação, por exemplo, deu a entender que seu carro não é tão bom quanto o de Pierre Gasly – esse tipo de situação, ao menos para mim, transparece arrogância e falta de capacidade de reconhecer onde pode melhorar. E pode minar a motivação da própria equipe.

Sebastian Vettel continua tendo péssimo desempenho com a Aston Martin. Nunca achei uma boa troca a de Pérez por ele, mas jamais esperei que o alemão andaria tão mal, e que o carro da Aston Martin teria um desempenho tão fraco em 2021.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar