Berger critica F1 de regra “excessivamente complicada” e vê MotoGP como exemplo: “Ainda é como deveria ser”

Gerhard Berger criticou o regulamento “excessivamente complicado” da F1 atual e disse que a categoria é hoje menos emocionante. Ex-piloto de ATS, Arrows, Benetton, Ferrari e McLaren exaltou as disputas até a última volta da MotoGP e afirmou que a elite do automobilismo perdeu essa mesma mágica

Em um momento em que a F1 vive uma crise de competitividade, a MotoGP aparece como um oásis para os fãs do esporte a motor. Depois de Maurizio Arrivabene e Niki Lauda, chegou a vez de Gerhard Berger comparar o Mundial de FIA (Federação Internacional de Automobilismo) com a elite da motovelocidade mundial. 
 
Em entrevista à emissora austríaca Servus TV, o ex-piloto de ATS, Arrows, Benetton, Ferrari e McLaren afirmou que a F1 perdeu as disputas intensas que ainda marcam as corridas da MotoGP.
Gerhard Berger avaliou que a F1 perdeu um pouco de sua mágica (Foto: Getty Images)
“Talvez seja uma questão de gosto, mas eu, pessoalmente, sinto falta daquelas duras disputas de piloto contra piloto que são decididas na última volta por alguns segundos”, disse Berger. 
 
 Na visão do austríaco de 56 anos, a F1 perdeu um pouco de seu encanto e hoje é marcada por um regulamento excessivamente complicado.
 
“A emoção é menor agora. É muito técnica e as regras são excessivamente complicadas. Hoje você precisa ser extremamente fã para entender tudo que está acontecendo”, observou. “Passei toda a minha vida neste esporte, mas quando eu assisto TV agora, fico ocupado apenas tentando entender”, seguiu.
 
“Quando você é fã, está assistindo uma corrida a cada duas semanas e não tem tempo para ler tudo, acho que é difícil agora”, opinou. 
 
Por fim, Gerhard avaliou que a MotoGP ainda é “como deveria ser”, com os pilotos brigando lado a lado até o fim.
 
“Ainda é como deveria ser. Os pilotos lutam da primeira a última volta, e quando você os assiste, pensa: ‘Uau, como esses caras fazem isso?’”, comentou. “Acho que nós perdemos isso na F1”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube