Berger diz que Bottas “não destruiu Massa o suficiente” na Williams e vê Wehrlein como melhor opção para Mercedes

Gerhard Berger, piloto de F1 entre 1984 e 1997, acredita que Valtteri Bottas não foi tão avassalador quanto deveria na comparação com Felipe Massa, companheiro na Williams. Mesmo assim, o finlandês está perto de ser confirmado pela Mercedes

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Gerhard Berger, piloto de F1 entre 1984 e 1997, tem uma opinião interessante a respeito de quem deve substituir o aposentado Nico Rosberg na Mercedes. O austríaco acredita que Valtteri Bottas, muito perto de um acordo com a equipe alemã, não é a escolha ideal – Gerhard pensa que Valtteri não foi tão bem assim na comparação com Felipe Massa, ao longo de três anos como companheiros na Williams.

 
Tendo isso em mente, Berger acredita que Wehrlein seria uma aposta melhor. O piloto alemão, apesar de ser cria do programa de pilotos da Mercedes, não pinta com grandes chances na briga pela vaga.
 
“Em comparação com Bottas, Wehrlein é certamente um risco”, considerou Berger, em entrevista à revista ‘Auto Motor und Sport’. “Mas talvez a solução inteligente não seja a primeira que vem na cabeça. Valorizo o Bottas, ele é rápido, é uma boa pessoa e teve a chance de provar a si mesmo. Por outro lado, ele não destruiu Massa o suficiente para dizer que é a solução correta”, completou.
 
Bottas pode não ter sido tão avassalador na disputa interna com Massa, mas o finlandês claramente levou a melhor. Ao longo de 60 GPs como companheiros, Valtteri somou 407 pontos, bem mais do que os 308 de Massa. O finlandês também foi ao pódio nove vezes, enquanto o brasileiro só alcançou o top-3 em cinco oportunidades.
Valtteri Bottas é o nome certo para a Williams? (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Berger também destacou que a contratação de Wehrlein seria uma forma de valorizar pilotos que cresceram defendendo a marca alemã.
 
“Eu teria escolhido o Wehrlein, para ressaltar meu próprio programa de jovens pilotos. Wehrlein sempre deixou uma boa impressão nesse programa, e você só pode avaliar os bons quando eles estão em um carro melhor”, finalizou.
 
A decisão final da Mercedes a respeito do companheiro de Lewis Hamilton deve sair no dia 23 de janeiro.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube