F1

Bottas bate Hamilton por 0s1 no TL2 e é 'pole provisório' no Japão

O segundo treino livre pode até definir o grid de largada do GP do Japão se a sessão classificatória, marcada para manhã de domingo, for cancelada. E quem garantiu a 'pole provisória' nesta tarde de sexta-feira (11) foi Valtteri Bottas, que fechou uma jornada perfeita em Suzuka. Lewis Hamilton terminou 0s1 atrás, em segundo, enquanto Max Verstappen colocou a Red Bull em terceiro

Grande Prêmio / FERNANDO SILVA, de Sumaré
De certa forma, a F1 viveu nesta sexta-feira (11) uma espécie de volta ao tempo. Por conta das mudanças no cronograma do fim de semana do GP do Japão em razão do supertufão Hagibis, previsto para chegar ao país no sábado, o treino classificatório foi transferido para 10h de domingo (22h de sábado pelo horário de Brasília). Mas caso não seja possível a realização da sessão, vale o resultado do segundo treino livre, que foi disputado nesta tarde e liderado por Valtteri Bottas. O finlandês é, portanto, o 'pole provisório' do GP do Japão, situação que era comum até a década de 1990.

Bottas, aliás, viveu uma sexta-feira quase perfeita ao ter liderado as duas sessões do dia. No treino da tarde, o finlandês chegou a cometer um erro antes de abrir volta rápida e ficou com o carro parado em posição perigosa, atravessado na pista. Mas pouco depois o finlandês marcou 1min27s785 como melhor volta, superando Lewis Hamilton por apenas 0s1. Desta vez, quem ficou em terceiro foi a Red Bull. Max Verstappen, empurrado por motor Honda, fechou até perto dos líderes, 0s281 atrás de Bottas.
Só então veio o primeiro carro da Ferrari, de Charles Leclerc, 0s356 mais lento que o Mercedes #77. Sebastian Vettel e Alexander Albon completaram a sessão em quinto e sexto, respectivamente. Carlos Sainz voltou a se destacar como o 'melhor do resto' e foi o sétimo com a McLaren, terminando à frente de Sergio Pérez, da Racing Point, e Pierre Gasly, da Toro Rosso. Lando Norris, também da McLaren, foi o décimo.

Agora a F1 volta a acelerar em Suzuka apenas na manhã de domingo. O treino classificatório foi remarcado para 10h, horário local (22h de sábado pelo horário de Brasília). O GP do Japão tem largada prevista para 2h10 (de Brasília) e transmissão ao vivo pela Rede Globo.
Valtteri Bottas viveu uma sexta-feira quase perfeita em Suzuka (Foto: F1/Twitter)
O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP do Japão de F1. Siga tudo aqui.

Saiba como foi o segundo treino livre do GP do Japão de F1

A decisão tomada pela FIA minutos antes do início da sessão proporcionou uma dinâmica muito particular ao segundo (e último) treino livre, que ganhou ares de classificação. Sebastian Vettel, com pneus médios, foi o primeiro a deixar os boxes antes de marcar 1min30s386. O céu seguia nublado, como foi no primeiro treino.

Na sequência, vários carros vieram para a pista, já que não havia tempo a perder. Logo após Vettel registrar 1min30s203, Valtteri Bottas abriu sua primeira volta rápida à tarde. O finlandês, a exemplo de Seb, também acelerava com pneus médios, chegando a pegar o vácuo do carro da Ferrari na reta dos boxes. Sem dificuldades, o #77 anotou 1min29s469, superando Carlos Sainz em 0s5 — o espanhol fez suas primeiras voltas com pneus macios.

Lewis Hamilton completou seu primeiro tempo pouco depois e não conseguiu bater o companheiro de equipe, ficando 0s291 atrás de Bottas. Mas o pentacampeão acabou sendo superado em seguida por Alexander Albon, que também estava com pneus médios e fazia bela volta em Suzuka. Só que Lewis deu o troco, melhorou só um pouco, mas o bastante para deixar o anglo-tailandês para trás por apenas 0s028.
Max Verstappen andou bem na tarde desta sexta-feira em Suzuka (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Enquanto Charles Leclerc e Max Verstappen finalmente deixavam os boxes, Vettel fazia seu primeiro tempo com os pneus macios e anotou uma grande volta: 1min28s392. Também com os macios, Max pulava para segundo e ficava ligeiramente atrás de Vettel, apenas 0s065. Leclerc aparecia em quarto, atrás de Bottas e à frente de Hamilton, mas tinha seu melhor tempo com os pneus médios.
Bottas roda e fica atravessado na pista no segundo treino livre no Japão (Foto: F1/Twitter)
A Mercedes mandou Bottas e Hamilton de volta para a pista, mas com os macios. Antes, Daniil Kvyat conseguiu colocar a Toro Rosso momentaneamente na quarta colocação. No momento em que partia para abrir sua primeira volta com os pneus vermelhos, o finlandês errou na entrada da reta dos boxes e rodou, ficando atravessado em um lugar muito perigoso na pista. Por sorte, não houve maiores problemas a Valtteri.

Com pista limpa à frente e sem cometer erros, Hamilton foi praticamente perfeito na sua volta e fez a melhor parcial nos dois primeiros setores para registrar 1min27s896, assumindo assim a liderança e a pole provisória do GP do Japão. Na volta seguinte, Bottas completou o 1-2 da Mercedes e ficou 0s478 atrás do tempo de Lewis.

Exceção feita ao primeiro colocado, Hamilton, os outros quatro dos seis primeiros ocupavam a mesma ordem na qual finalizaram o TL1: Vettel aparecia em terceiro, seguido por Leclerc, Verstappen e Albon. Mas coube ao holandês quebrar a sequência com um ótimo tempo: 1min28s066, que o colocou na segunda posição, entre as Mercedes de Hamilton e Bottas. Só que as Mercedes se mostraram ainda mais fortes: Hamilton virou 1min27s885, enquanto Bottas passou 0s100 mais rápido para reassumir a liderança. Por sua vez, Albon deixava Leclerc para trás e fechava o top-5.

Mesmo com a possibilidade de o TL2 definir o grid, muitos pilotos mantiveram o programa normal para a fase final do grid ao realizar as simulações em ritmo de corrida. A Ferrari, por exemplo, mandou sua dupla de volta para a pista com pneus médios para fazer as simulações com o tanque cheio.

Portanto, poucas foram as mudanças na tabela de tempos nos minutos finais do treino. Somente a Ferrari, ao mandar seus pilotos para a pista com pneus macios novos, conseguiu melhorar um pouco seus respectivos tempos, mas nada que pudesse assustar as Mercedes. Leclerc avançou para quarto, deixando Vettel para trás, em quinto, com Albon fechando a lista dos seis primeiros colocados.

F1 2019, GP do Japão, Suzuka, treino livre 2:

1 V BOTTAS Mercedes 1:27.785   33
2 L HAMILTON Mercedes 1:27.885 +0.100 34
3 M VERSTAPPEN Red Bull Honda 1:28.066 +0.281 24
4 C LECLERC Ferrari 1:28.141 +0.356 28
5 S VETTEL Ferrari 1:28.376 +0.591 37
6 A ALBON Red Bull Honda 1:28.402 +0.617 34
7 C SAINZ JR McLaren Renault 1:29.051 +1.266 29
8 S PÉREZ Racing Point Mercedes 1:29.299 +1.514 28
9 P GASLY Toro Rosso Honda 1:29.354 +1.569 34
10 L NORRIS McLaren Renault 1:29.358 +1.573 35
11 K RÄIKKÖNEN Alfa Romeo Ferrari 1:29.477 +1.692 29
12 D KVYAT Toro Rosso Honda 1:29.512 +1.727 35
13 R GROSJEAN Haas Ferrari 1:29.553 +1.768 28
14 L STROLL Racing Point Mercedes 1:29.597 +1.812 27
15 A GIOVINAZZI Alfa Romeo Ferrari 1:29.651 +1.866 33
16 K MAGNUSSEN Haas Ferrari 1:29.749 +1.964 31
17 D RICCIARDO Renault 1:29.859 +2.074 30
18 N HÜLKENBERG Renault 1:30.334 +2.549 29
19 R KUBICA Williams Mercedes 1:30.916 +3.131 35
20 G RUSSELL Williams Mercedes 1:31.071 +3.286 36
    Tempo 107% 1:33.930 +6.145  
           
REC L HAMILTON Mercedes 1:27.319 07/10/2017  
MV K RÄIKKÖNEN McLaren Mercedes 1:31.540 09/10/2005  

Paddockast #37
GRANDES RIVALIDADES INTERNAS 


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.