Bottas e Leclerc desrespeitam bolha da Fórmula 1, viajam e ganham advertência

Pilotos admitiram que furaram a bolha de isolamento proposta pela Fórmula 1. FIA prepara advertência aos dois, que ocuparam as primeiras posições no pódio do GP da Áustria

Valtteri Bottas, da Mercedes, e Charles Leclerc, da Ferrari, causaram polêmica nesta quinta-feira (9). Durante a coletiva de imprensa da Fórmula 1, ambos confirmaram que deixaram a bolha de isolamento criada para a categoria, na Áustria, e viajaram para Mônaco, onde residem.

As medidas de proteção criadas pela F1 não proíbem que os pilotos deixem a bolha, mas ambos receberão advertências da FIA por violar o código de conduta. Ao comentar o caso, Bottas, vencedor do GP da Áustria, minimizou a viagem.

“Eu queria saber se era seguro voltar, e é. Claro que não faz diferença se eu ficar na mesma bolha, com as mesmas pessoas se estou aqui ou em Mônaco. Eu decidi voltar para casa. Estamos na Europa, as viagens são curtas, não existe estresse. Só queria passar três dias em casa e foi muito bom. Me sinto renovado para o fim de semana”, disse o finlandês de 30 anos, líder do Mundial de Pilotos.

Valtteri Bottas
Valtteri Bottas largou da pole e liderou todas as voltas do GP da Áustria (Foto: Mercedes)

“Acho que foi uma boa decisão da minha parte, e eu tenho tendência a apenas fazer coisas que funcionam para mim, quando se trata de decidir o que quero fazer quando tiver dias de folga. No ponto de vista de segurança, não fez diferença alguma. Eu ainda estava com as mesmas pessoas que lidaria aqui”, seguiu.

Leclerc tentou justificar a saída pelo fato de realizar dois testes de Covid-19. Na última semana, o companheiro de equipe Sebastian Vettel foi advertido ao ser flagrado sem máscara conversando com membros da Red Bull.

“Eu voltei para casa. Por outro lado, testei duas vezes antes de voltar, ambos negativos, e foi isso. Voltei para casa, mas fiz os testes para ter certeza do resultado”, declarou Leclerc, que foi segundo no GP da Áustria.

Charles Leclerc se encontrou com namorada e amigos em Mônaco (Foto: Ferrari)

Romain Grosjean, da Haas, comentou os casos e mostrou surpresa ao descobrir que pilotos furaram a bolha, mas admitiu que voltará para casa antes de embarcar para o GP da Hungria, que acontece no dia 19.

“É sempre melhor estar em casa, mas não me deram esta opção. A mensagem que passaram é que tínhamos de ficar aqui, então fico surpreso ao ver que pessoas foram para casa. Ao mesmo tempo, não fiquei infeliz aqui. Me deu uma chance de descansar. Fomos para as montanhas, andamos de bicicleta, vimos as vacas. Agora é hora de correr. No domingo à noite, eu vou para casa antes de viajar para Budapeste” declarou.

GRANDE PRÊMIO transmite ao vivo e em tempo real todas as atividades do GP da Estíria, segunda etapa do campeonato da Fórmula 1 2020.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube